ERROL SANSADE – "ÀS VEZES É ASSIM..." (1992)
 
 
Baixe a agenda do mês

O ator e cantor Errol Sansade pode ser considerado um dos grandes nomes da música voltada para espetáculos no Brasil. Com quase 50 anos de carreira, lançou em 1992 seu álbum "Às vezes é assim...", pelo Selo Niterói Discos, reunindo seis faixas emocionantes. Homenageando o grande amigo Adilio Silveira, Errol Sansade incluiu neste disco as músicas "Velho Riacho" e "Canção da Nossa Praia". O álbum foi apresentado no programa "Sem Censura", da TVE, com grande repercussão.

Na sua juventude, Errol Sansade estudou piano, acordeão e teoria musical com o professor Mario Mascarenhas. Também estudou dicção e impostação de voz com o renomado professor Tarqüinio José Lopes, graduou-se em Arte Dramática no Conservatório Nacional de Teatro do Rio de Janeiro e especializou-se em técnica corporal com a americana Nelly Laport.

Em dezembro de 1967, ao término do seu curso de ator, paralelamente, Errol Sansade iniciou-se também na música. Neste período, conheceu o compositor Adilio Silveira - considerado por Tom Jobim como um gênio. Adilio Silveira, encantado com a sensibilidade musical de Errol, logo o convidou para defender uma de suas composições: "Canção da Nossa Praia". A música concorreu e venceu o tradicional festival sobre a famosa Praia de Icaraí, em Niterói. Essa parceria musical com Adilio Silveira rendeu a Errol Sansade a grande amizade e a fidelidade do compositor, que o elegeu como seu intérprete favorito. Trilhando os caminhos de sua carreira, Errol Sansade se apresentou nos festivais: "O Brasil Canta no Rio" e "Festival da Canção Popular de Muriaé - MG".

Ousado, Errol Sansade produziu seus próprios shows, protagonizando os espetáculos: "Errol Esotério & Trio" – onde o cantor deixa a mostra seu lado místico – e "América, América", quando homenageou os 500 anos da América-Latina. Ambos apresentados no Teatro da Universidade Federal Fluminense (UFF). A voz de Errol Sansade também chegou na tevê e atingiu as ondas do rádio. Na TVE, hoje TV Brasil, participou dos programas "É Preciso Cantar" e "Ciranda", apresentado e dirigido por Fernando Lobo.


Ano: 1992
Nome do LP: As vezes é assim - Errol Sansade


Músicas

Lado a

01. As vezes e assim (Eduardo Dusek e Luis Carlos Góes)
02. Velho Riacho (Adílio Silveira)
03. Haja Coração (Altay veloso)

Lado b

04. Agora ou nunca mais (Carlos Colla)
05. Dona Doninha (Sueli Costa e Cacaso)
06. Canção da nossa praia (Adílio Silveira e Chiquinho Aguiar)




Ficha técnica

Produção executiva: Fábio Motta
Produção musical: Zé Neto
Direção musical: Zé neto e Errol
Gravação e mixagem: Zé Neto e Otavio Castro
Corte: Alex Moraes Pereira
Projeto gráfico e direção de arte : Anita Santoro e Luiz Alberto Lorena
Diagramação e arte final: Eliane CECCON
Fotografia e produção: Magno Mesquita
Maquiagem: Álvaro
Composição: Camilo Eduardo Fernandes
Gravado e mixado : Trilha Certa Studio


Ficha institucional

Prefeitura Municipal de Niterói
Prefeito: Jorge Roberto Silveira

FUNIARTE
Presidente: Luiz Antônio Mello

Niterói Discos
Diretor executivo: Ivan Macêdo
Direção artística: Chico Aguiar




Publicado em 05/07/2016






Publicado emNiterói Discos
Tags Errol Sansade,


Arnaldo Rodrigues - "Composições"
Paulo Leonel - "O Que Tenho Pra Dizer" (2002)
Triodélico - "Tempo" (2002)
Canto e Fé (2002)
Sydnei Carvalho e Alex Martinho - "Intensity" (2005)
Baixe a agenda do mês do Arte na Rua

Rua Presidente Pedreira, 98 - Ingá, Niterói - RJ, 24210-470 | Tel:(21) 2109-2222 | Email: gestao.solardojambeiro@gmail.com