ZÉ KATIMBA - "MAIS QUE FELIZ" (1992)
 
 
Baixe a agenda do mês

Cantor e compositor, José Ignácio dos Santos Filho, que atualmente grafa seu nome artístico como Zé Katimba - antes conhecido como Zé Catimba, nasceu no ano de 1932 na pequena Guarabira, no brejo da Paraíba. Em 1992, lançou, pela Niterói Discos, o LP "Mais Que Feliz".

Em 1959, participou na fundação da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense. No início, era puxador de corda. Uma década depois, em 1969, entrou para a ala dos compositores da escola. Seu primeiro sucesso foi "Barra de ouro, barra de rio, barra de saia", de 1971, samba-enredo que classificou a escola em 7º lugar do Grupo 1 no desfile daquele ano. Este samba é considerado uma inovação para a época e um marco a história do samba-enredo, tendo em vista o uso de apenas 18 linhas na letra, quando o mais usual são letras com mais de 30 linhas. Neste ano a Imperatriz Leopoldinense só não desceu para o Grupo de Acesso, na época, Grupo 2 por causa da inovação na letra da composição, que ganhou 10 de todos os jurados.

No ano de 1972, o sucesso de "Martim Cererê" fez com que Zé Katimba virasse personagem da novela "Bandeira 2", da Rede Globo, escrita por Dias Gomes, com Grande Otelo no papel de sambista. Além de "Martim Cererê", tema de abertura, outras duas músicas de sua autoria fizeram parte da trilha sonora, que vendeu 700 mil cópias. De sambas-enredos de sua autoria, e que fizeram grande sucesso nos carnavais, destacam-se, ainda, "O teu cabelo não nega - Só dá lalá", de 1981, uma homenagem a Lamartine Babo (1º lugar do grupo 1A), e "Terra Brasilis", de 1990, que classificou a Imperatriz em 4º lugar do Grupo Especial no desfile daquele ano.

Em 1992, Zé Katimba lança, pela Niterói Discos, o LP "Mais Que Feliz". Esse projeto contou com a produção e arranjos de Alceu Maia e reuniu importantes músicos do samba como Cláudio Jorge (violão), Gordinho (surdo, tamborim e tam-tam), Paulinho da Aba (pandeiro), Jorge Simas (violão 7 cordas), Paulinho Brek (bateria), Darcy de Paula (teclados), Celsinho Silva (agogô, ganzá e recoceco), Ivan Machado (baixo), além de Cláudia Teles, Martinália e Analimar num afinado coro. O LP, que remete o ouvinte a uma reunião de pagode espontânea, apresenta belos sambas e se destaca pela harmonia impecável.


Ano:1992
Nome do LP: Mais Que Feliz - Zé Katimba

Músicas

Lado a

01. Mais Do Que Se Quis (Zé Katimba e Alceu Maia)
02. Me Beija, Me Beija (Zé Katimba e Martinho da Vila)
03. Bandeira da fé (Zé Katimba e Martinho da Vila)
04. Me Faz Um Dengo (Zé Katimba e Martinho da Vila)
05. Só Dá Lalá (Zé Katimba,Gibi e Serjão)

Lado b

06. Me Ama Mô (Zé Katimba e Martinho da Vila)
07. Jaguatirica (Zé Katimba e Martinho da Vila)
08. Do Jeito que o rei Mandou (Zé Catimba e João Nogueira)
09. Doce de amendoim (Zé Catimba)
10. Martin Cererê (Zé Catimba e Gibi)




Ficha técnica

Produção executiva: Ezio Filho e Geraldo Brandão
Produção musical: Alceu Maia
Assistentes de produção: Tito Galvão e Lucinha Daudt
Assistente de estúdio: Beth Baldi
Gravação e mixagem: Beto Pimentel
Fotos: Fernando Talask
Coordenação gráfica: Cassiana B. Rangel
Fotolitos: Artcromia
Composição: edições Muiraquitã


Ficha Institucional

Prefeitura Municipal de Niterói
Prefeito: Jorge Roberto Silveira

FUNIARTE
Presidente: Luiz Antônio Mello

NITERÓI DISCOS
Diretor Executivo: Ivan Macedo
Direção Artística: Chico Aguiar




Publicado em 07/07/2016






Publicado emNiterói Discos
Tags Zé Katimba,


Arnaldo Rodrigues - "Composições"
Paulo Leonel - "O Que Tenho Pra Dizer" (2002)
Triodélico - "Tempo" (2002)
Canto e Fé (2002)
Sydnei Carvalho e Alex Martinho - "Intensity" (2005)
Baixe a agenda do mês do Arte na Rua

Rua Presidente Pedreira, 98 - Ingá, Niterói - RJ, 24210-470 | Tel:(21) 2109-2222 | Email: gestao.solardojambeiro@gmail.com