Secretaria de Cultura de Niterói / Fundação de Artes de Niterói
  MARCELO MATTOS
 
 
Agenda
Cultura
Niterói

Baixe aqui nossa programação mensal completa
Cultura Niteri

Ator, professor de teatro e tecladista, Marcelo Mattos nasceu em 7 de outubro de 1987, na cidade de Niterói. Cursou Produção Publicitária e Licenciatura em Teatro na Universidade Estácio de Sá.

Integrou a Oficina de Teatro Papel Crepom, com a qual participou dos seguintes espetáculos: “Cinderela” (1998), “O Soldadinho de Chumbo” (2002/2003), “Peter Pan” (2005/2006/2009/2011), “Bela Adormecida” (2009), “Romeu & Julieta” (2009), “Sangue, Muito Sangue” (2009), “Branca de Neve” (2011) e "As Alegres Comadres de Windsor" (2013), entre outros.

Fez parte do elenco de "O Ridículo da Vida", texto de Rangel de Azevedo e direção de Leandro da Matta, que estreou em setembro de 2012, no Teatro Municipal de Niterói, e de "Um Não Sei Quê Que Nasce Não Sei Onde", de Maria Jacintha e direção de Leonardo Simões, apresentado em março e abril de 2015 no Teatro da UFF. Também participou das leituras dramatizadas dos espetáculos "Amor com Amor se Paga" (2012) e “O Retrato de Dorian Gray” (2012).

Participou de diversas montagens apresentadas em edições do Ciclo de Leitura Dramatizada realizado pela ATACEN (Associação dos Trabalhadores em Artes Cênicas de Niterói), incluindo “Perdoa-me Por Me Traíres” (2012), de Nelson Rodrigues e direção de Willy Roessler; “Escola de Mulheres” (2013), de Molière e direção de Willy Roessler; "Minha Sogra é da Polícia ou a Rival de Sherlock Holmes" (2013), de Gastão Manhães Tojeiro e direção de Victor Salzeda; "Está Lá Fora um Inspetor" (2013), de J.B. Priestley e direção de Lucia Cerrone; "Canção Dentro do Pão" (2014), de Raimundo Magalhães Júnior e direção de Ricardo Sanfer; "Noite de Reis" (2014), de William Shakespeare e direção de Lucia Cerrone, entre outras.

Para além dos palcos, entre 2005 e 2011, foi tecladista da banda Saibe, formada também pelos músicos Bernardo Matta (vocal), Giovanni Lepri (guitarra), Lucas Santos (baixo) e Felipe Pôjo (bateria). Em 2012, junto a Rafael Ornellas, Renan Pôjo, Felipe Pôjo e Lucas Santos, passou a integrar a banda niteroiense Madoc, na qual, além de tecladista, trabalhou como produtor. Ainda em 2012, atuou como Professor de Teatro no Projeto "Mais Educação" do Colégio Estadual Hilário Ribeiro.






Tags Marcelo Mattos ,




Emmanuel de Macedo Soares (1945-2017)
K. Lixto (1877-1957)
Memória: Dois niteroienses entre os Maiores Brasileiros Vivos em 1924
Manoel Benício (1861-1923)
Cláudio Valério Teixeira (1949 - 2021)


aaaaaa

Mapa do Site

Cultura Niterói
 
Espaços Culturais
 
Programas
 
Outros
 
 
 
Portal Transparência
Contracheque Online
e-SIC
Comprovante de Rendimento
Consulta de Processos
 
Rua Pres. Pedreira, 98, Ingá - 24210-470, Niterói - RJ | Tel: (21) 2719-9900 | E-mail niteroi.culturas@gmail.com