AGENOR DE OLIVEIRA & TRUPE SAMBA JAZZ APRESENTAM: "O SAMBA ETERNO DE NOEL ROSA"
 
 
Baixe a agenda do mês

Na próxima quarta-feira, dia 8 de novembro de 2017, às 20h, o Teatro Municipal de Niterói vai abrir as cortinas para o espetáculo "O Samba Eterno de Noel Rosa". O show mostra um painel da obra de Noel, ilustrado por suas músicas mais conhecidas, apresentando o processo de criação e histórias da vida deste grande compositor brasileiro que nos deixou há 80 anos, em 5 de maio de 1937.
O cantor e compositor Agenor de Oliveira, acompanhado pela Trupe Samba Jazz, conduz o espetáculo. Com uma formação musical que mescla elementos do samba tradicional e do jazz, o repertório apresenta as mais conhecidas obras de Noel, abordando 3 principais tópicos: NOEL, UM CRONISTA DE TODOS OS TEMPOS: Trata da contemporaneidade da obra “Noelina”, sua visão crítica da sociedade. Neste bloco, destacam-se sambas como “Palpite Infeliz”, “Onde está a honestidade”, “Com que roupa?” e “Filosofia”.
NOEL E SEUS SAMBAS DE AMOR: A influência e a inspiração vinda de suas paixões são representadas por clássicos como “Chalé Modesto”, “Três Apitos”, “Último Desejo”, “Feitiço da Vila” e “Quando o Samba Acabou”.
NOEL E SEUS PARCEIRO: Histórias de vida e das diversas parcerias feitas por Noel. Destaque para “Pastorinhas”, “Pierrot” apaixonado, “Feitio de Oração”, dentre outros sucessos eternos.

Noel Rosa
Considerado um dos mais importantes artistas da história da música popular brasileira, o compositor, cantor e violonista brasileiro Noel Medeiros Rosa nasceu no bairro de Vila Isabel, Rio de janeiro, no dia 11 de dezembro de 1910. Muito cedo aprendeu a tocar violão e bandolim. Em 1930, ingressou na Faculdade Nacional de Medicina, mas, depois de dois anos, abandonou o curso, por já estar envolvido com a música e a boemia. Formou, junto com os músicos Almirante, Braguinha, Alvinho e Henrique Brito, o conjunto Bando de Tangarás. Entre os anos 1930 e 1937, compôs mais de 300 músicas, entre sambas, marchinhas e canções. Entre suas músicas destacam-se "Com Que Roupa", seu primeiro sucesso, "Conversa de Botequim", "Feitiço da Vila" e "Fita Amarela". Em 1934, casou-se com Lindaura, moça da alta sociedade, mas tinha várias amantes e passava noites pelos cabarés do bairro da Lapa, no Rio de Janeiro, cantando, bebendo e fumando. Acometido de tuberculose, foi para Belo Horizonte para tratamento de saúde. Na volta para o Rio de Janeiro, achando-se curado, volta à vida boêmia. Veio a falecer no dia 4 de maio de 1937.

Noel Rosa foi homenageado em filmes e peças de teatro. Em 2010, a Escola de Samba Unidos da Vila Isabel, apresentou o enredo do carnaval com o samba Noel: A presença do Poeta da Vila, de autoria de Martinho da Vila. Entre os intérpretes de seus sambas estão Aracy de Almeida, Francisco Alves e Mário Reis. Mestres da Música Popular Brasileira, como Chico Buarque de Holanda e Paulinho da Viola, fazem questão de realçar a influência que Noel Rosa teve em suas músicas.


Serviço
Agenor de Oliveira & Trupe Samba Jazz apresentam: "O Samba Eterno de Noel Rosa"
Data: 8 de novembro de 2017
Horário: 20h
Duração: 90 minutos
Ingresso: R$ 40 (inteira) INGRESSO
Classificação indicativa: Livre


Teatro Municipal de Niterói
Rua XV de Novembro, 35, Centro
Tel: (21) 2620-1624


Clique para ampliar.




Publicado em 06/11/2017






Publicado emTeatro Municipal
Tags O Samba Eterno de Noel Rosa, Agenor de Oliveira, Trupe Samba Jazz ,


Edital de pautas
Teatro Municipal de Niterói
O Teatro Municipal de Niterói orgulhosamente apresenta: "Fafá de Belém e as Guitarradas do Pará"
DagÔ apresenta "Dá Licença" no palco do Municipal
Orquestra Sinfônica Aprendiz no Teatro Municipal de Niterói
Rua Quinze de Novembro, 35 - Centro, Niterói - RJ, 24020-125 | Tel:(21) 2620-1624 | Email: producao.tmjc@gmail.com