O TEATRO MUNICIPAL DE NITERÓI ORGULHOSAMENTE APRESENTA: "FAFÁ DE BELÉM E AS GUITARRADAS DO PARÁ"
 
 
Baixe a agenda do mês

Fafá de Belém volta à Niterói para duas apresentações no Teatro Municipal: dias 24 e 25/11, sexta e sábado, às 20h, com o show "Fafá de Belém e as Guitarradas do Pará". No espetáculo, a cantora será acompanhada pelo duo Manoel Cordeiro e Felipe Cordeiro, os mestres da guitarrada paraense, e vai trazer clássicos da carreira e canções do CD "Do Tamanho Certo Para o Meu Sorriso", que ganhou o Prêmio da Música na categoria "Melhor Álbum, Canção Popular" - e com o qual a intérprete também foi laureada com o troféu de "Melhor Cantora". Os músicos Manoel Cordeiro e Felipe Cordeiro, produtores do disco, também arrasam em seus números instrumentais.

A cantora fará uma viagem no tempo e em sua própria história, percorrendo atitudes, gestos, memórias, referências, relembrando Belém do Pará e as muitas fases de vida e trajetória através de hits como "Foi Assim", "Filho da Bahia", "Sob Medida", "Nuvem de Lágrimas" e "Vermelho", dentre outros, além de apresentar canções do novo álbum, como "Asfalto amarelo" e a mais recente faixa de trabalho do disco: "Meu coração é brega". Os ingressos custam apenas R$90,00 (inteira), classificação indicativa livre.


Fafá de Belém
Maria de Fátima Palha de Figueiredo sempre gostou de cantar. Dona de uma das mais expressivas vendagens de discos no mercado nacional, presença constante nas paradas de sucesso e à frente de atribulada agenda de shows, nos últimos anos Fafá de Belém conquistou duramente o posto de estrela da nossa canção popular. Das feiras de agropecuária no interior do país e shows em praça pública até temporadas no eixo Rio - São Paulo, incluindo o Cassino Estoril, em Portugal, ela é sempre vitoriosa.

Em 1976, Fafá lançou o primeiro LP, "Tamba Tajá". Seu canto seduziu até o demolidor crítico de música brasileira do Jornal do Brasil, o temido José Ramos Tinhorão, que se derramou em elogios à jovem artista, apontando-a como “uma cantora destinada a figurar no primeiro time da atual geração de grandes intérpretes brasileiros.” O álbum seguinte, “Água” (1977) confirmava todas as previsões: atingiu cerca de 95 mil cópias vendidas. O amplo leque de sua formação musical está refletido na seleção de seu repertório. Ela gravou de tudo, sem preconceito. Música regional, pérolas do cancioneiro popular, como “Que Queres Tu De Mim”, de Evaldo Gouveia e Jair Amorim, ou “Você Vai Gostar” (Casinha Branca) de Elpídio dos Santos. Rock, boleros, ritmos caribenhos, guarânias, afoxé, lambadas, sambas-canções, composições dos grandes nomes da MPB, Marcha-rancho, sertanejo, e muitos outros ritmos. Sem falar da polêmica apresentação que a musa das diretas deu ao Hino Nacional, contestada pela justiça e ovacionada pela plateia cada vez mais numerosa de seus shows.

Foi a partir da decisão de virar a mesa e deixar o coração falar mais alto que Fafá tocou fundo a alma brasileira. Com a determinação que a caracteriza, os anos de estrada, uma forte intuição e o sucesso absoluto de canções escolhidas a dedo pela própria cantora em determinados momentos de sua vida, como “Bilhete”, de Ivan Lins e Victor Martins, que a fez romper o silêncio de um ano em 1982. Ou “Memórias”, de Leonardo, popular compositor pernambucano, responsável pela venda de meio milhão de cópias (Disco de Platina) do álbum “Atrevida”, Fafá atingia, então, o auge de sua carreira, sobretudo como cantora romântica.

Fafá virou marca nacional. Marca nacional de alegria, com aquela gargalhada sinceramente estrondosa que é capaz de levantar os ânimos de qualquer um. Marca nacional de saúde, a bela mulher brasileira que batizou até as lanternas do antigo Fusquinha, outra paixão popular. Marca nacional de liberdade, símbolo de um movimento político que fez milhões de brasileiros se emocionarem com sua interpretação do hino pátrio. Esta é Fafá de Belém. Ou melhor: Fafá do Mundo.





Serviço
O Teatro Municipal de Niterói orgulhosamente apresenta: "Fafá de Belém e as Guitarradas do Pará"
Data: Sexta e sábado, 24 e 25 de novembro de 2017
Horário: 20h
Duração: 75min
Ingressos: R$ 90,00 (inteira)
Classificação indicativa: Livre

Teatro Municipal de Niterói
Rua XV de Novembro, 35, Centro
Tel: (21) 2620-1624


Clique para ampliar.




Publicado em 16/11/2017






Publicado emTeatro Municipal
Tags Fafá de Belém,


Teatro Municipal de Niterói
DagÔ apresenta "Dá Licença" no palco do Municipal
Orquestra Sinfônica Aprendiz no Teatro Municipal de Niterói
Ciclo de Leituras Dramatizadas apresenta "A Vida Como Ela É"
Cássio Tucunduva apresenta A Cidade e os Poetas no Teatro Municipal de Niterói
Rua Quinze de Novembro, 35 - Centro, Niterói - RJ, 24020-125 | Tel:(21) 2620-1624 | Email: producao.tmjc@gmail.com