“MÁSCARAS E DAEMONS” EM CARTAZ NA SALA JOSÉ CÂNDIDO DE CARVALHO
 
 
Baixe a agenda do mês

A exposição "Máscaras e Daemons", de Letícia de Almeida Nascimento, entra em cartaz na Sala José Cândido de Carvalho no dia 16 de janeiro, às 19h. Poderá ser visitada até 5 de março, de segunda a sexta, das 9h às 17h, entrada franca. A mostra, com curadoria da pintora Desirée Monjardim, foi originada a partir do Trabalho de Conclusão de Curso em Pintura da Escola de Belas Artes/UFRJ de Letícia Nascimento, que desenvolveu uma pesquisa artística teórica e plástica orientada pela Prof. Dra. Martha Werneck. O projeto analisa os conflitos acerca da construção da identidade e personalidade na sociedade contemporânea. Tais aspectos são contextualizados dentro de um campo simbólico que envolve a representação do ser humano e de animais, sob perspectiva melancólica acerca dessa relação.



MÁSCARAS E DAEMONS, pela Profa. Dra. Martha Werneck
"Máscaras são necessárias ao convívio social. Todos os espaços que frequentamos exigem de nós uma postura, um papel a cumprir. Dispostos a enfrentar essa questão, refletimos acerca de nosso lugar na comunidade que ajudamos a formar. Com nossos corpos ocupamos esses lugares, vemos e somos vistos.

Em Máscaras e Daemons, conjunto de trabalhos desenvolvido pela pintora Letícia Nascimento, está explícito o desconforto presente em todo ser que se percebe refém dessas atuações. Lidar com o mutável e o transitório que a contemporaneidade nos impõe é lidar com vários papéis simultaneamente, com a troca constante dessas máscaras. Com isso pretendemos atender a anseios alheios e também nos colocarmos em modo de flutuação, de constante movimento, transitando por esse mundo do efêmero, da liquidez do filósofo Bauman e da eterna incerteza que, por sua vez, toca também no questionamento acerca de quem somos. A identidade do indivíduo, suas máscaras e papéis sociais são o cerne do trabalho de Letícia. Com base em ensaios fotográficos de modelos que conhece bem, a artista busca ligar a imagem do humano ao questionamento da máscara, que traz em si a figura do animal. Este último seria o apelo ao que há de selvagem e autêntico em nós, ou mesmo uma identidade que assumimos em certas ocasiões. Cada animal está a simbolizar determinadas características que a pintora conecta a seus modelos. A atmosfera é noturna, indicando um recolhimento dos seres retratados que, portando máscaras, refletem acerca de sua identidade mais profunda. O contraste de claro escuro indica plasticamente um embate. Quem somos? Como nos afirmamos a partir do que acreditamos?

Parecem ser esses os questionamentos desses seres femininos, representados com olhar lânguido e reflexivo. Talvez seja assim que a artista nos questione acerca das verdades sobre nós mesmos".





SERVIÇO:
"Máscaras e Daemons", de Letícia de Almeida Nascimento
Curadoria: Desirée Monjardim
Abertura: 16 de Janeiro, 19h
Visitação: Até 05 de Março, de 2ª a 6ª, das 9h às 17h
Entrada Franca
Classificação indicativa: Livre


Local: Sala José Cândido de Carvalho
Endereço: Rua Presidente Pedreira, 98 - Ingá, Niterói - RJ, 24210-470
Telefone: (21) 2719-9639




Publicado em 15/01/2018






Publicado emSala José Cândido de Carvalho
Tags Máscaras e Daemons,


Rua Presidente Pedreira, 98, Ingá - 24210-470, Niterói - RJ | Telefone (21) 2621-5050 | E-mail sculturalniteroi@gmail.com (secret) e contato.culturaniteroi@gmail.com (FAN)