Secretaria de Cultura de Niterůi / FundaÁ„o de Artes de Niterůi
 
 

Niter√≥i h√° tempos tem sido exemplo na implementa√ß√£o de pol√≠ticas p√ļblicas na √°rea de cultura, e a partir de 2013 o setor cultural passou a ser um dos componentes destacados do Eixo Estrat√©gico Social das Metas governamentais municipais, al√ßando a Cultura a um patamar de relev√Ęncia ainda mais acentuado e trazendo a necessidade de atualiza√ß√Ķes conceituais e de atua√ß√£o.

Uma dessas atualiza√ß√Ķes foi a modifica√ß√£o do olhar sobre os territ√≥rios culturais da cidade, que se voltaram para al√©m do tradicional eixo centro-zona sul, onde historicamente se concentram a maioria dos equipamentos culturais. Valorizando a produ√ß√£o cultural dos territ√≥rios populares da zona norte, regi√£o oce√Ęnica, favelas e periferias com uma pol√≠tica municipal de cidadania cultural que adotou mecanismos de democratiza√ß√£o do acesso aos recursos p√ļblicos, por meio de editais simplificados e da descentraliza√ß√£o do fomento a esses territ√≥rios.

Dessa forma, inserimos fazedores e trabalhadores da cultura anteriormente distantes da rela√ß√£o com o poder p√ļblico municipal ¬†e fomentamos uma cena cultural perif√©rica, apoiando organiza√ß√Ķes n√£o governamentais, grupos formalizados juridicamente, coletivos sem formaliza√ß√£o jur√≠dica, agentes culturais comunit√°rios, gestores populares, produtores culturais perif√©ricos e artistas que t√™m seus lugares de performance nos palcos tradicionais, mas, tamb√©m fora deles, e que t√™m em pra√ßas, ruas, becos e vielas lugar privilegiado de atua√ß√£o. Importante destacar que este tamb√©m se consolida como o ambiente mais acolhedor e inclusivo na √°rea da produ√ß√£o art√≠stica e cultural de negros, mulheres e LGBTIs.

Esses fazedores e trabalhadores da cultura formam potentes redes de conex√Ķes art√≠sticas e culturais nos territ√≥rios populares, mas n√£o apenas. Se mostram mais abrangentes que os limites locais espraiando pela cidade com suas propostas est√©ticas, troca de saberes em suas pr√°ticas art√≠sticas e afirma√ß√£o de solidariedade.

A Rede de cidadania cultural que a SMC/FAN afirma o compromisso da Prefeitura de Niter√≥i em fortalecer as institui√ß√Ķes culturais populares, reconhecendo que esses grupos culturais atuam para a promo√ß√£o da cidadania em¬†nossa cidade a partir da atua√ß√£o em seus territ√≥rios. A principal a√ß√£o at√© o presente foi de mapeamento, incentivo e fomento aos Pontos e Pont√Ķes de cultura e √† realiza√ß√£o de Edital dos Pr√™mios A√ß√£o Local.


PONTOS E PONT√ēES DE CULTURA

Pontos de Cultura s√£o entidades culturais que promovem, impulsionam e dinamizam um conjunto de a√ß√Ķes de cidadania cultural em seus territ√≥rios. Sua defini√ß√£o diz que Pontos de Cultura s√£o entidades sem fins lucrativos, grupos ou coletivos com ou sem constitui√ß√£o jur√≠dica, de natureza ou finalidade cultural, que desenvolvam e articulem atividades culturais continuadas em suas comunidades ou territ√≥rios. Os Pont√Ķes de Cultura s√£o respons√°veis por desenvolverem a√ß√Ķes de articula√ß√£o e forma√ß√£o para os Pontos e demais agentes culturais, portanto, e sua defini√ß√£o diz que um Pont√£o de Cultura √© uma entidade cultural que articula um conjunto de outros pontos ou iniciativas culturais, desenvolvendo a√ß√Ķes de mobiliza√ß√£o, forma√ß√£o, media√ß√£o e articula√ß√£o de uma determinada rede de Pontos de Cultura e demais iniciativas culturais, seja em √Ęmbito territorial ou em um recorte tem√°tico e identit√°rio.

Os Pontos e Pont√Ķes de Cultura fazem parte Pol√≠tica Nacional de Cultura Viva, regulamentada em abril de 2015 e em Niter√≥i tem uma legisla√ß√£o municipal espec√≠fica.

Desde a instaura√ß√£o da rede de Pontos e Pont√Ķes de Cultura em Niter√≥i, realizamos dois Editais municipais.


A√á√ēES LOCAIS

Seguimos a compreens√£o de que A√ß√Ķes Locais s√£o realiza√ß√Ķes continuadas de pr√°ticas, atividades¬†e¬†projetos nos campos da cultura, da arte, da comunica√ß√£o¬†e¬†do conhecimento que promovam transforma√ß√Ķes nas comunidades¬†e¬†nos territ√≥rios em que¬†s√£o¬†realizados. Em Niter√≥i, realizamos o Edital de Pr√™mios A√ß√Ķes Locais premiando 29 coletivos culturais sem formaliza√ß√£o jur√≠dica que receberam financiamento municipal de 15 mil reais cada um.


Segue aqui o mapa da Rede de cidadania cultural e a lista de grupos e coletivos que a integram





Pontos e Pont√Ķes de Cultura

Centro - SFF ‚Äď CULTURA VIVA: TERRIT√ďRIO, IMAGENS E IMAGINA√á√ÉO
Centro - Santa Rosa - Cafubá - PONTÃO VIVO
Centro - Sff
Centro - ORQUESTRA R√ćTMICA AFRO UNI√ÉO
Ing√° e Centro - DIN DOWN DOWN ‚Äď GINGAS MULHER
São Domingos - PONTÃO GESTÃO VIVA
Icara√≠ e Engenhoca - CAPOEIRA ‚Äď GRITO DE LIBERDADE
Ponta d’Areia - OLODU’MIRIM
Ponta d'Areia ‚Äď Olodumar√©
Prevent√≥rio -¬†RECONHECIMENTO DA CULTURA POPULAR NO MORRO DO PREVENT√ďRIO E ADJAC√äNCIAS
Fonseca ‚Äď BAOBAB ‚Äď RESGATE DE UMA CULTURA
Engenhoca - CEABIR
Engenhoca e Icaraí - CAPOEIRA GRITO DE LIBERDADE
Engenhoca - CENTRO DE ESTUDO AFRO BRASILEIRO IRONIDES RODRIGUEs
Largo da Batalha - OFICINA DE ARTE E LITERATURA GARRA DE OURO ‚Äď NEGRA AUTORIA /
Grota - ORQUESTRA DE CORDAS DA GROTA - MOSTRARTE
Largo da Batalha - Garra de Ouro
Engenho do Mato - PONTO DE CULTURA TRADICIONAL QUILOMBO DO GROTÃO


A√ß√Ķes Locais Premiadas

Centro - M√£os Calejadas
Centro - Rio do Ouro - TIRE O SEU SORRISO DO CAMINHO QUE EU QUERO PASSAR COM A MINHA CULTURA
Centro - ORQUESTRA NILO PEÇANHA
Centro - PREPARA NEM
Centro - BAOBAB FEIRA AFRO
Centro - BAILE DA UG
Ponta d'Areia, Engenhoca e Centro - CENTRAL DOS OGÃS
Cantareira - RODA CULTURAL DA CANTAREIRA
Praça do Zumbi dos Palmares - NEGRAS POTENTES FEIRA AFRO
Prevent√≥rio - COMUNICA√á√ÉO COMUNIT√ĀRIA - JORNAL AINDA N√ÉO PENSEI
Hospital Psiqui√°trico de Jurujuba - PIREI NA CENNA
Jurujuba - COLETIVO CULTURA RETICÊNCIAS
Hospital Psiquiátrico de Jurujuba - COLETIVO CULTURAL RETICÊNCIAS
Santa B√°rbara - RODA CULTURAL DE SANTA B√ĀRBARA
Santa B√°rbara - TAPETE LITER√ĀRIO
Largo da Batalha - RODA CULTURAL DO LARGO DA BATALHA
Largo da Batalha - BIBLIOTECA DE AULAS (alunos da Uff atuando na regi√£o do Largo da Batalha)
Largo da Batalha - CAPOEIRA ESSENCIA DA LIBERDADE
Itaipu - MAREJADA CULTURAL DOS PESCADORES ARTESANAIS DE ITAIPU
Engenho do Mato - VIVA BATUQUE
Praça do Engenho do Mato - OCUPAÇÃO CULTURAL DA BIBLIOTECA DO ENGENHO DO MATO - BEM
Santa Rosa - CICLOEXPERIÊNCIA
Viradouro e Beltrão - CONEXÃO FAVELA E ARTE
Ititioca - PROJETO SOCIAL EDUCAR
Rato Molhado - SAMBA DE RODA MACULELÊ
Bumba - CASA MUSEU RANCHO VERDE
Fonseca - HERANÇA AFRICANA
Fonseca - Charitas - PRESENTE DE YEMANJ√Ā
Fonseca - CIA MALA DE MÃO


Pontos de Cultura que n√£o receberam recursos dos Editais de pontos de cultura da Prefeitura, mas integram a rede pelo Cadastro Nacional de Pontos de Cultura

ASSOCIA√á√ÉO INTERNACIONAL NOVO TEMPO / FUNDA√á√ÉO EUCLIDES DA CUNHA DE APOIO INSTITUCIONAL √Ä UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE / RECICLARTE / INSTITUTO DE L√ďGICA, FILOSOFIA E TEORIA DA CI√äNCIA - ASS. DAS ENTIDADES USU√ĀRIAS DO CANAL COMUNIT√ĀRIO DE NITERO√ć / GRUPO DIVERSIDADE NITER√ďI / COLETIVO ORDEM NOVA FLOR (NYABINGHI RASTAFARI) / OFICINA DO PARQUE - ASSOCIA√á√ÉO DE FORMA√á√ÉO SOCIAL, CULTURAL E AMBIENTAL DO BARRETO / FUNDA√á√ÉO EUCLIDES DA CUNHA DE APOIO INSTITUCIONAL √Ä UFF / CENTRO CULTURAL ART√ćSTICO DA REGI√ÉO OCE√āNICA /INSTITUTO FRANCO BAS√ĀGLIA / COMPANHIA TEATRAL GRUTA DA LUA / VERDE CIDADANIA


Essa rede descrita √© apenas parte desse rico e m√ļltiplo universo. A SMC/FAN identificou e cadastrou mais de uma centena de coletivos e agentes culturais que atuam em territ√≥rios populares, periferias e favelas, e que cumprem um papel estrat√©gico na estrutura√ß√£o de uma rede de cidadania cultural em Niter√≥i e na elabora√ß√£o das pol√≠ticas p√ļblicas municipais de cultura comprometidas com os princ√≠pio de justi√ßa, equidade e inclus√£o.




 
 
 
 
Rua Presidente Pedreira, 98 - Ingá, Niterói - RJ, 24210-471 | Tel:(21) 2109-2222 | Email: gestao.solardojambeiro@gmail.com