Secretaria de Cultura de Niterói / Fundação de Artes de Niterói
  CACALA CARVALHO
 
 
Agenda
Cultura
Niterói

Baixe aqui nossa programação mensal completa
Cultura Niteri

Clique para ampliar
Neta de niteroienses, a carioca radicada em Niterói Maria Clara Borba de Carvalho iniciou seus estudos musicais aos 10 anos de idade, tendo sido aluna do violonista Carlos Matos. Estudou violão, teoria, harmonia e percepção na Rio Música, com os professores Fernando Caneca, Sérgio Mello Benevenuto e Carlos Almada, entre 1989 e 1993. Fez aulas de canto com Regina Lucatto, Paulo Louzada e Felipe Abreu.

A partir de 1982 passou a se dedicar ao canto, em especial ao canto coral, integrando os grupos vocais "Caracoro", regido por Fernando Ariani; "Maite-Tchu", cultuado na Cidade Maravilhosa nas décadas de 80 e 90, e "Octopus", no fim dos anos 90.

"O Boca Livre e o Garganta Profunda foram referências que me levaram a estudar canto e em pouco tempo Marcos Leite me indicou para o Grupo Vocal Maite-tchu. Enveredamos por um trabalho vocal rebuscado, namorávamos o Jazz e a MBP, misturávamos vocal e instrumental, nos aproximamos muito do trabalho do Pat Metheny, enfim, o Maite-tchu foi uma grande escola vocal/musical", afirma Cacala.

É professora de técnica vocal desde 1989. Com o canto coral, trabalhou também como monitora nos corais da Shell, Coca-cola, Cimento Paraíso, Unigranrio e Inmetro. É regente do grupo vocal niteroiense Flor do Canto desde julho de 2007.

Youtube
Clique para ouvir o Grupo Vocal Maite-Tchu - Programa Onda Carioca 1997
Participou de diversos corais, como o da Petróleo Ipiranga, do Sistema FIRJAN e do Projac, regidos por Eduardo Morelenbaum. Fez a direção da gravação de voz do CD de Cláudio Lins, lançado pela Velas, 1999 e de seis faixas do CD da cantora Ju Cassou, 2001. Participou como backing vocal em discos de diversos artistas dentre eles: Carlinhos Félix, Dora Vergueiro, Macleen, Jussara Silveira, Maíra, Arthur Maia, Márvio Ciribelli, Ju Cassou, Marianna Leporace e Luciano Bruno.

Cacala também foi backing vocal no show dos Cantores do Rádio: Marlene, Emilinha, Cauby e Angela Maria no ATL Hall, 1998; na entrega do Estandarte de Ouro de O Globo de 2003, com Emilio Santiago, Alcione e Teresa Cristina e na entrega do Estandarte de Ouro de O Globo de 2004, com Mart'Nália, D. Ivone Lara, Beth Carvalho e Dudu Nobre.

Cacala e Fernando Caneca. Clique para ampliar
A cantora grava jingles e vinhetas para rádio e TV. Na TV Globo, participou das trilhas das minisséries "Engraçadinha" e "Memorial de Maria Moura"; gravou para os programas Globo Esporte, Verde é Vida com Roberto Carlos, Casseta e Planeta, Você Decide, Faustão, Sítio do Picapau Amarelo, Bambuluá e a novela Anjo Mau. Foi a voz da personagem Valentina na novela "Anjo de Mim". Também na TV Globo, foi jurada do programa Gente Inocente, em 2002.

Gravou também a trilha do filme "A Casa de Açúcar", dirigido por Hugo Christensen. Fez a dublagem de vozes cantadas na série de desenhos animados "Histeria" (Cinevídeo) e de vários desenhos animados, sob a direção de Julio Costa (VTI), com destaque para a personagem Babayaga de "Bartók, O Magnífico". Participou dos coros em “Família Radical - Disney Channell” (Double Sound), 2003; na música tema do filme "Pokémon', para o cinema e na trilha de "O Grinch" - Dellart. Foi a solista da versão brasileira da música cantada por Vanessa Williams no filme "Elmo na Terra dos Rabugentos". Foi a voz da personagem "Cruella" na trilha do show Disney on Ice, 2001.

CD solo, "Ela e ele e eu". Clique para ampliar
No teatro, Cacala integrou o coro do musical "Orfeu da Conceição", de Haroldo Costa, em São Paulo, 1997; atuou como cantora e atriz no musical infantil "A Arca no Zôo" de Karen Acioly. Fez a preparação vocal do elenco de adultos e atuou como atriz nos musicais infantis "Festa no Céu" no Centro Cultural Light, de 1998 a 1999; "Garoto Noel" no C.C. Light, 1999 e no Teatro Clara Nunes, 2000, ambos de Karen Acioly. Atuou também no musical "Café Concerto Coca-Cola", montado e dirigido por Karen Acioly, especialmente para a Solenidade de Entrega do Prêmio Coca-Cola no Teatro, 2000.

Cacala formou também com o violonista Fernando Caneca, o duo 8 cordas, cantando o melhor da música brasileira e composições próprias.

CD "Cada tempo em seu lugar". Clique para ampliar
Desde 2001, faz parte do grupo de samba "Arranco de Varsóvia" (com Elisa Queirós, Andréa Dutra, Paulo Malaguti e Muri Costa, que já deixou o grupo), onde montou diversos shows, com destaque para "Quem não gosta de samba?", em homenagem aos 90 anos de Dorival Caymmi, ao lado de Danilo Caymmi. Gravou o terceiro CD do grupo "Na cadência do Samba", lançado em 2005 pela Dubas, que deu ao grupo o prêmio TIM 2006 de "Melhor grupo de samba". Em 2010, o Arranco lançou o DVD "Pãozinho de Açúcar - Arranco canta Martinho da Vila", gravando ao vivo no Teatro Fecap, em São Paulo, junto ao CD homônimo, com participação de Nelson Sargento e do próprio Martinho.

Folia de 3. Clique para ampliar
Em 2001, lançou seu primeiro CD solo, "Ela e ele e eu", com produção de Fernando Caneca. No álbum, Cacala, cantora de voz forte, afinada e muito bem colocada, deixa explícitas sua paixão pela música vocal e as influências básicas: MPB das décadas de 60 e 70, rock brasileiro, rock em geral. No repertório, suas canções "Nana naná", "Convicção" (c/ Fernando Caneca) e "Sem querer" (c/ Arthur Maia), além de "Bicho (2)" (Mu Chebabi e Alfredo Karam). Em 2003, um CD independente de músicas infantis ao lado de Maria Teresa Madeira, com composições de Maria Helena Alvarenga. Lançou ainda em 2004, com a Companhia Sansoni e a Double Sound, um CD de Negro Spirituals intitulado "I Can Tell The world".

Em 2005, formou, com Marianna Leporace e Eliane Tassis - ex-parceiras no Maite-Tchu -, o trio vocal "Folia de Três', com o qual lançou, nesse mesmo ano, o CD "Pessoa Rara - Ivan Lins - 60 anos", em homenagem aos 60 anos do cantor e compositor. Em parceria com o pianista João Braga, lançou, em 2012, o CD "Cada tempo em seu lugar", interpretando canções de Gilberto Gil, além da faixa "Brasil do Gil" de Heraldo Amaral. Fez show de lançamento do disco na Sala Baden Powell (RJ) e, em dezembro, no Teatro Municipal de Niterói. Cacala prepara para 2014, o lançamento do CD "Castelo-Itaipu", que faz alusão à cidade natal de seus avós e onde seus pais passaram a infância. "Niterói é cidade que amo e abracei como minha moradia".


Cacala no Arranco de Varsóvia. Clique para ampliar






Tags Cacala Carvalho,




Emmanuel de Macedo Soares (1945-2017)
K. Lixto (1877-1957)
Memória: Dois niteroienses entre os Maiores Brasileiros Vivos em 1924
Manoel Benício (1861-1923)
Cláudio Valério Teixeira (1949 - 2021)


aaaaaa

Mapa do Site

Cultura Niterói
 
Espaços Culturais
 
Programas
 
Outros
 
 
 
Portal Transparência
Contracheque Online
e-SIC
Comprovante de Rendimento
Consulta de Processos
 
Rua Pres. Pedreira, 98, Ingá - 24210-470, Niterói - RJ | Tel: (21) 2719-9900 | E-mail niteroi.culturas@gmail.com