Secretaria de Cultura de Niterói / Fundação de Artes de Niterói
  ROBSON FARAH
 
 
Agenda
Cultura
Niterói

Baixe aqui nossa programação mensal completa
Cultura Niteri

Cantor e guitarrista, Robson Farah nasceu em Santo André (SP) em 16 de janeiro de 1968, indo, ainda garoto, morar na Bahia. Na adolescência, mudou-se para o Rio, onde começou a aprender violão e guitarra em meados da década de 80, influenciado pela onda do pop/rock’n’roll que invadia a mídia brasileira. Como tantos jovens, Robson começou sua carreira nas “bandas de garagem”, sendo essa uma fase fundamental na formação de seu estilo musical.

No início da década de 90, o artista começou a trabalhar profissionalmente com música. Tocando na noite e acompanhando outros artistas, passou a conviver com um universo musical mais amplo, o que acabou lhe rendendo novas influências, especialmente a música negra. Essas influências, misturadas ao rock’n’roll da década de 80, deram ao músico meios para elaborar um novo jeito de tocar, que une balanços do funk e do soul brasileiros e as guitarras distorcidas do rock.

Em 2003, lançou, por selo independente, seu primeiro CD chamado “A Noite”, que contou com 12 faixas autorais. A partir do lançamento deste primeiro álbum, ganhou destaque com apresentações em teatros de casas de espetáculo, além de participações em programas de rádio e TV.

Em 2006, entrou em turnê com o espetáculo "Guitarra Brasil", no qual apresentava releituras de clássicos da música brasileira em versões eletrizantes, feitas para Guitarra e Banda. Esse espetáculo rendeu-lhe convites do Sebrae/RJ para a participação em duas importantes feiras de música: A Popoconn, em Berlim, e a Feira de Música Brasil, em Recife/PE.

Lançou outro CD em 2011, entitulado “Andar nas Nuvens”. O álbum contou com a produção de Ricardo Feghali, do grupo Roupa Nova, trazendo 11 faixas autorais e a releitura de "Paciência" de Lenine e Dudu Falcão.

"Robson Farah Ao Vivo" foi seu primeiro DVD lançado, gravado em 2012 durante show ao vivo no Teatro Municipal de Niterói, em comemoração aos 10 anos de carreira. O artista apresentou canções de sua autoria gravadas dos seus dois CDs, destacando-se "A Noite", "Andar nas Nuvens", "Desejo" e "A Segunda Cura", além de novas músicas especialmente selecionadas para o DVD, como "Protótipo" e "Intuição".

Além do show na íntegra, este DVD trazia ainda, nos extras, uma entrevista exclusiva com o artista, falando sobre sua carreira e os planos para o futuro, além do clipe da canção “Forasteira”, que venceu a categoria videoclipe da 9ª Mostra Competitiva de Audiovisual.

Graças ao nível de produção de seus espetáculos, Robson Farah foi convidado a produzir os shows das cantoras Eline Porto, Raquel Keller e Fátima Regina, produzindo ainda o CD "On Color" do artista brasileiro, radicado na Alemanha, Anderson Farah. Em 2011, assinou a direção geral do espetáculo "Os Festivais e o Sonho", da cantora Fátima Regina e, no ano seguinte, assinou a direção do show "Tons de Chuva", com a cantora Eline Porto.

Nos anos seguintes, Robson Farah lançou o projeto “Batucagem S/A”, apresentando novas canções autorais e releituras de clássicos da MPB, como Luiz Gonzaga, Ernesto Nazareth, Jacob do Bandolim, Gilberto Gil, Jackson do Pandeiro, Pixinguinha, entre outros, e contando com arranjos nos quais é predominante a presença dos instrumentos de percussão e a mistura de ritmos brasileiros. Segundo o artista, o espetáculo faz um passeio pela diversidade rítmica brasileira: Samba, Maracatu, Baião, Coco, Xaxado, Afoxé, Capoeira e Congado são algumas das expressões rítmicas e culturais apresentadas, unindo instrumentos de percussão de diversas regiões a guitarras, baixos e sintetizadores.

crítica
“Robson Farah investe no Rock e consegue agradar tanto nas letras como nos arranjos”. JORNAL DAS GRAVADORAS, junho de 2003. “O cantor e guitarrista Robson Farah lança com ótima expectativa seu primeiro CD explorando várias vertentes do pop e do rock, em seqüências bem dinâmicas e belíssimos fraseados de guitarra”.

JORNAL OVER NEWS, maio de 2003. “No seu primeiro CD A Noite, Robson Farah passeia muito à vontade pelo pop rock romântico”. A GAZETA, maio de 2003.






Tags Robson Farah,




Emmanuel de Macedo Soares (1945-2017)
K. Lixto (1877-1957)
Memória: Dois niteroienses entre os Maiores Brasileiros Vivos em 1924
Manoel Benício (1861-1923)
Cláudio Valério Teixeira (1949 - 2021)


aaaaaa

Mapa do Site

Cultura Niterói
 
Espaços Culturais
 
Programas
 
Outros
 
 
 
Portal Transparência
Contracheque Online
e-SIC
Comprovante de Rendimento
Consulta de Processos
 
Rua Pres. Pedreira, 98, Ingá - 24210-470, Niterói - RJ | Tel: (21) 2719-9900 | E-mail niteroi.culturas@gmail.com