Secretaria de Cultura de Niterói / Fundação de Artes de Niterói
  NEY FERREIRA
 
 
Agenda
Cultura
Niterói

Baixe aqui nossa programação mensal completa
Cultura Niteri

Ney Ferreira nasceu na década de 60, no Morro do Abacaxi, em Niterói, nos fundos da quadra que leva o nome de sua mãe, Sebastiana Ferreira. Além de autor de sambas-enredos e exímio percussionista, foi conhecido principalmente por ser um dos fundadores da escola de samba Acadêmicos do Cubango – juntamente com Luiz Carlos Ferreira, Dona Denetildes, Tia Lourdes, Mãe Luizinha, Sebastião B. Rosa e Onorio. -, criada em 17 de dezembro de 1959.

A Acadêmicos do Cubango chegou a conquistar quinze títulos de campeã niteroiense, cinco dos quais obtidos consecutivamente. Ney Ferreira atuou como carnavalesco na Escola até 1966 e foi seu primeiro e principal Presidente, chegando a ficar no cargo por mais de 30 anos – de 1961 a 1989 e de 1996 a 1999.

Além de apaixonado pela Cubango, Ney Ferreira era um dos maiores incentivadores do carnaval de Niterói e vice-presidente da União das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Niterói, sendo também um dos principais responsáveis pela revitalização dos desfiles das escolas de samba na Rua da Conceição, que voltou a acontecer depois de 13 anos suspensos.

Entre outros, escreveu o enredo “Afoxé é Cortejo, é Ritual, é Festa, Afoxé é Carnaval” para a Cubango, no Carnaval de 2009, ano em que a Escola reeditava o enredo “Afoxé”, de 1979, samba que deu o 10º título à Escola e a ajudou a consolidar seu império no carnaval de Niterói.

Último fundador da Cubango vivo desde a criação da Escola, morreu em 01 de dezembro de 2016, aos 78 anos, de um AVC, no Hospital Estadual Azevedo Lima (Niterói). Seu corpo veio a ser velado no dia 02, quando é comemorado o Dia Nacional do Samba e o centenário de principal gênero musical do país, na quadra da escola que fundou e na qual dedicou tantos anos de sua vida. Após sua morte, a Acadêmicos do Cubango decretou luto oficial de três dias e prestará a ele uma homenagem durante o desfile que contará a história do sambista João Nogueira.






Tags Ney Ferreira ,




Emmanuel de Macedo Soares (1945-2017)
K. Lixto (1877-1957)
Memória: Dois niteroienses entre os Maiores Brasileiros Vivos em 1924
Manoel Benício (1861-1923)
Cláudio Valério Teixeira (1949 - 2021)


aaaaaa

Mapa do Site

Cultura Niterói
 
Espaços Culturais
 
Programas
 
Outros
 
 
 
Portal Transparência
Contracheque Online
e-SIC
Comprovante de Rendimento
Consulta de Processos
 
Rua Pres. Pedreira, 98, Ingá - 24210-470, Niterói - RJ | Tel: (21) 2719-9900 | E-mail niteroi.culturas@gmail.com