Secretaria de Cultura de Niterói / Fundação de Artes de Niterói
 
 
 
Agenda
Cultura
Niterói

Baixe aqui nossa programação mensal completa
Cultura Niteri
Etimologia de Araribóia, por Manoel Benicio  (Saiba mais ...)

Isto posto, a composição da palavra torna-se feita por dois substantivos - "Arara-mboia", fato muito comum na língua indígena nacional. Leia mais ...



Exposição relembra os tempos de escola  (Até 22/12)

A Divisão de Documentação e Pesquisa da Secretaria Municipal de Cultura/FAN promove a exposição "Memória na Rua: Niterói - Educação e Cidadania desde sempre", até 22 de dezembro, no Campo de São Bento (próximo ao acesso pela Rua Lopes Trovão). Leia mais ...



"Memórias da Rua" leva fotografias históricas para as Praças  (16/11 a 16/01)

A Divisão de Documentação e Pesquisa da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação de Arte de Niterói-FAN lança o projeto "Memória da Rua", no próximo dia 16 de novembro, às 9h, no Campo de São Bento, em Icaraí. Parte da programação dos 440 anos de Niterói, o evento vai promover instalações de imagens, datadas entre 1908 e 1960. Leia mais ...



Niterói comemora 440 anos com grande programação cultural  (01 a 30/11)

A Prefeitura de Niterói, através da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação de Arte de Niterói – FAN, está preparando uma grande programação cultural para celebrar os 440 anos da cidade. A festa contará com show da cantora Maria Rita, a estreia do espetáculo Romeu & Julieta, da Companhia de Ballet da cidade, na Praia de Icaraí e apresentação do cantor Geraldo Azevedo, no Teatro Popular. Leia mais ...



Historiador lança "Os bispos católicos e a ditadura militar brasileira"  ()

A Fundação de Arte de Niterói tem o prazer de convidar para o lançamento do livro "Os bispos católicos e a ditadura militar brasileira: a visão da espionagem (1971-1980)", de Paulo César Gomes Bezerra, historiador do Departamento de Documentação e Pesquisa (DDP-FAN). O evento será realizado na próxima quinta-feira, 5 de setembro, às 18h, no Espaço da Editora Multifoco, na Avenida Mem de Sá, 126, Lapa. Leia mais ...



História de Niterói  ()

O município de Niterói ocupa uma área de 131.80 quilômetros quadrados, o que equivale a 0,30% da área total do Estado do Rio de Janeiro. Segundo estimativa do IBGE em 2004, a população da cidade contava com 471.403 habitantes. Era, portanto, a quinta cidade em população e em densidade demográfica no Estado, com 3.504 habitantes por kilômetro quadrado. Leia mais ...



Símbolos de Niterói  ()

Os símbolos de uma nação, um estado ou uma cidade são definidos por leis ou decretos e, normalmente, são compostos pela bandeira, brasão de armas e hino. Nas comemorações é costume executar-se o Hymno do Centenario da Creação da Villa Real da Praia Grande, hoje cidade de NICTHEROY composto em 1919. Leia mais ...



Alvará de Criação da Vila  ()

Eu El-Rei Faço saber aos que este Alvará com força de Lei virem: Que Sendo-me presente em Consulta da Mesa do meu Desembargo do Paço a necessidade que há de se criar uma Vila no Sítio e Povoação de São Domingos da Praia Grande do Trº desta Cidade, pa. melhor e mais pronta administração da Justiça assim dos moradores da dita povoação, como das quatro Freguesias vizinhas. Leia mais ...



Auto da Posse da Sesmaria  ()

Saibam quantos este público instrumento de posse de sesmaria dada por mandado e autoridade da justiça virem, que no anno de nascimento de nosso Senhor Jesus Christo de 1573 annos, aos vinte e dois dias d'este prezente mez de novembro d'esta presente éra da banda de além d'esta cidade de São Sebastião d'esta capitania e governação e bahia d'este Rio de Janeiro, terras do Brazil. Leia mais ...



Escritura de Renúncia de Terras  ()

Saibam quantos este público instrumento de escritura de renunciação virem, que, no ano do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo de 1568 anos, aos dezesseis dias do mês de março do dito ano, nesta cidade de S. Sebastião do Rio de Janeiro, terra desta costa do Brasil, nas pousadas de Antônio de Marins, provedor da Fazenda de El-Rei nosso senhor, nesta dita cidade. Leia mais ...



Representação do Ouvidor da Comarca  ()

A criação de uma Vila no Sítio de São Domingos da Praia Grande da Freguesia de São João de Icaraí da banda d'além do vasto e vistoso Porto desta Cidade, e do termo dela, é proposta nesta representação à Real Atenção e Grande Sabedoria de V. Mag. Leia mais ...



Pronunciamento da Mesa do Desembargador do Paço  ()

A informação inclusa acerca de criação de uma Vila no Sítio de São Domingos e Praia Grande, e de um lugar de Juiz de Fora que exercite jurisdição nela, e na outra Vila confinante de Santa Maria de Marica, e acrescentada com ofício do Juiz Ordinário desta mesma Vila, no qual se declara a distância de pouco mais de seis léguas. Leia mais ...



Carta de Lei Nº 2  ()

Joaquim José Rodrigues Torres, Presidente da Província do Rio de Janeiro. Faço saber a todos os seus habitantes, que a Assembléia Legislativa Provincial decretou e eu sancionei a Lei seguinte: Leia mais ...



Carta de Lei Nº 6  ()

Joaquim José Rodrigues Torres, Presidente da Província do Rio de Janeiro. Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembléia Legislativa Provincial decretou e eu sancionei a Lei seguinte: Leia mais ...



Outros Documentos  ()

Parece à Mesa conformar-se com a proposta do Desembargador Procurador da Coroa e Fazenda, e com as referidas Informações do Ouvidor desta comarca. V. Mag. mandará porém o que for servido. - Rio de janeiro, 8 de fevereiro de 1819. Leia mais ...



O Projeto  ()

A Coordenação de Documentação e Pesquisa da FAN procura recolher e conservar documentos referentes às atividades da Fundação, bem como promover pesquisas históricas sobre a cidade de Niterói. No Solar do Jambeiro atendemos diversas solicitações de pesquisas, tanto por parte de alunos quanto de pesquisadores ou mesmo curiosos em geral. Leia mais ...



Equipe DDP-FAN  ()

Rodrigo Neves; Arthur Maia; André Diniz; Maurício Vasquez; Lúcia Barbosa; Paulo César Gomes Bezerra; Mário Vezú de Sá Leia mais ...



Bairros de Niterói  ()

Leia mais ...



Itacoatiara  ()

Itacoatiara significa etmologicamente pedra riscada. A sua privilegiada geomorfologia costeira, isto é, a praia, a enseada e os costões rochosos, além de sua vegetação de restinga junto à praia, tornam o local um dos principais pontos turísticos do município. Tem como limites os maciços costeiros da Serra da Tiririca Leia mais ...



Engenho do Mato  ()

O Engenho do Mato faz limite com os seguintes bairros: Itaipu, Jacaré, Rio do Ouro, Várzea das Moças e ainda com o município de Maricá, pela Serra da Tiririca. O bairro surgiu da partilha da Fazenda Engenho do Mato, que tinha como função principal a produção de banana prata e grande variedade de hortifrutigranjeiros. Leia mais ...



Itaipu  ()

Itaipu apresenta registros de ocupação ocorrida há 8 mil anos por comunidades indígenas, fato comprovado através de estudos realizados no Sítio Arqueológico da Duna Grande. Lá foram observados restos de ossos e de utensílios primitivos, dos quais alguns compõem o acervo do museu arqueológico que funciona nas ruínas do Recolhimento de Santa Teresa. Leia mais ...



Maravista  ()

Leia mais ...



Serra Grande  ()

Leia mais ...



Camboinhas  ()

Camboinhas localiza-se em parte às margens da Lagoa de Itaipu e em contato com o Oceano Atlântico, limitando-se também com Piratininga e Itaipu. O nome do bairro originou-se de episódio envolvendo dois navios nas águas oceânicas em frente ao bairro. Leia mais ...



Santo Antônio  ()

Leia mais ...



Jacaré  ()

Jacaré tem como limites os bairros de Itaipu, Piratininga, Cantagalo, Vila Progresso, Muriqui, Rio do Ouro e Engenho do Mato. O nome do bairro tem origem no rio Jacaré, onde, até há algum tempo, segundo antigos moradores, tais animais eram vistos.. Leia mais ...



Cafubá  ()

O Cafubá tem como vizinhos os bairros de São Francisco, Cachoeiras, Maceió, Cantagalo e Piratininga. Segundo informações recolhidas de antigos moradores, a denominação Cafubá tem origem na existência de uma fazenda na região onde criava-se o gado Cafubá, de cor cinzenta e origem africana, há pelo menos um século. Leia mais ...



Piratininga  ()

Piratininga localiza-se no entorno da lagoa de mesmo nome, entre o Oceano Atlântico, a Serra Grande e o Morro da Viração, limitando-se com Itaipu, Cafubá, Camboinhas, Jacaré, São Francisco e Charitas e Jurujuba. Leia mais ...



Jardim Imbuí  ()

Leia mais ...



Várzea das Moças  ()

A região denominada Várzea das Moças, nome mais poético entre os bairros da cidade, tem sua origem na grande fazenda existente no local cujo proprietário era pai de 6 moças. A principal atividade era o comércio de café, sendo que a maior parte comercializada era proveniente de outras regiões Leia mais ...



Rio do Ouro  ()

Leia mais ...



Muriqui  ()

O bairro de Muriqui limita-se com Vila Progresso, Rio do Ouro, Jacaré, Maria Paula e com o município de São Gonçalo pela estrada Velha de Maricá. Compreendendo as localidades de Muriqui Grande, Muriqui Pequeno e Chibante, o bairro apresenta três vias principais que dão acesso a cada uma destas Leia mais ...



Vila Progresso  ()

Tendo como vizinhos Cantagalo, Badu, Matapaca, Maria Paula, Muriqui e Jacaré, o bairro é cortado pela Serra Grande, onde as altitudes variam até 300 metros. Foi originado de uma fazenda, pertencente a ingleses, que ali se estabeleceram ainda no século passado. Leia mais ...



Matapaca  ()

Matapaca limita-se com os bairros de Maria Paula, Sapê, Badu e Vila Progresso. Segundo algumas fontes históricas, primárias e secundárias, a área foi habitada por índios Tamoios e a caça era uma manifestação relevante. Da grande quantidade de pacas na região procederia a denominação Matapaca. Leia mais ...



Maria Paula  ()

Maria Paula localiza-se na porção Norte do município, sendo o último bairro ao longo da estrada Caetano Monteiro. Além de limitar-se com São Gonçalo, é vizinho aos bairros de Matapaca, Vila Progresso, Muriqui, Sapê e Santa Bárbara. Leia mais ...



Cantagalo  ()

Do ponto de vista da localização, o bairro do Cantagalo possui uma posição geográfica de transição entre o interior maciço costeiro e a baixada litorânea. A sua base territorial é marcada pela presença de morros, que se alternam no espaço com vales aplainados pelo processo de erosão. Leia mais ...



Badu  ()

O bairro limita-se com Sapê, Matapaca, Vila Progresso, Cantagalo e Largo da Batalha. O Badu tem a estrada Caetano Monteiro como principal via de acesso para o Largo da Batalha e para a Rodovia Amaral Peixoto. Leia mais ...



Sapê  ()

O nome Sapê, de acordo com depoimentos de antigos moradores, vem do fato de ter havido no passado sapezais naquele local. O bairro começou a surgir a partir de área que conhecida como Fazendinha, mas desenvolveu-se em outra direção e a Fazendinha atualmente é uma das localidades que compõem o Sapê. Leia mais ...



Maceió  ()

Localizado entre a zona de ocupação mais antiga e a Região Oceânica, Maceió possui pequena base territorial e tem como vizinhos os bairros de Cachoeiras, Cafubá, Cantagalo e Largo da Batalha. Leia mais ...



Largo da Batalha  ()

O Largo da Batalha, porta de entrada da Região de Pendotiba, limita-se com Ititioca, Badu, Cantagalo, Maceió, Cachoeiras, Sapê e Viradouro. O nome do bairro, segundo depoimentos, sugere embates ocorridos no local em virtude de sua posição estratégica. Leia mais ...



Ititioca  ()

Ititioca limita-se com os vizinhos bairros do Caramujo, Sapê, Largo ha, Viradouro, Santa Rosa, Cubango e Viçoso Jardim. Apresenta-se com relevo bastante acidentado, o que motivou a existência de muitas curvas fechadas e descidas ou subidas na única via pavimentada que corta o bairro. Leia mais ...



Santa Bárbara  ()

Parte de uma grande fazenda existente na região (fazenda de Juca Matheus) que se estendia até o município de São Gonçalo foi loteada e deu origem ao bairro de Santa Bárbara. Esta. denominação relaciona-se a existência de antiga igreja cuja padroeira é Santa Bárbara. Leia mais ...



Caramujo  ()

O Caramujo limita-se com o Fonseca, Ititioca, Santa Bárbara, Sapê, Baldeador e Viçoso Jardim, numa área que constitui o chamado mar de morros que se caracteriza pela sucessão de vales e colinas de baixa altitude, bem como a ocupação de encostas pela escassez de áreas planas. Leia mais ...



Baldeador  ()

O Baldeador limita-se com o município de São Gonçalo e com os bairros do Fonseca, Santa Bárbara e Caramujo, destes dois últimos separados pela Rodovia Amaral Peixoto. Segundo relato dos antigos moradores, a denominação Baldeador deve-se ao fato de a área ter sido ponto de baldeação de viajantes, tropas de mulas e boiadas que se dirigiam ao centro urbano. Leia mais ...



Viçoso Jardim  ()

O bairro faz limite com Fonseca, Cubango, Caramujo e Ititioca integrando. Situa-se no interior do maciço costeiro numa área conhecida como mar de morros. Leia mais ...



Tenente Jardim  ()

O bairro cresceu onde outrora existiu a fazenda pertencente à família Jardim: Juvenal Jardim (Tenente da Marinha do Brasil) e a sua mulher, uma francesa de nascimento. Estabelecidos no final do século passado, o casal residia no prédio onde mais tarde se instalaria o Colégio Monsenhor Uchôa. Leia mais ...



Cubango  ()

Tendo como vizinhos os bairros de Santa Rosa, Fonseca, Viçoso Jardim, Ititioca, Fátima e Pé Pequeno, o Cubango desenvolve-se no interior de um estreito vale que é cortado pela rua Noronha Torrezão, a sua principal via. Leia mais ...



Fonseca  ()

O Fonseca é um dos bairros mais antigos de Niterói, situando-se em um vale cortado pelo canal do rio da Vicência e circundado por morros que o limitam com Baldeador, Caramujo, Viçoso Jardim, Cubango, São Lourenço, Santana, Engenhoca, Tenente Jardim e também o município de São Gonçalo. Leia mais ...



Engenhoca  ()

O bairro da Engenhoca limita-se com o Fonseca, Santana, Barreto, Tenente Jardim e com o município de São Gonçalo. Sua área é de 1,93 Km2 e a densidade populacional registrada em 1991 é a mais alta da região, com 12.027 hab/Km2. Leia mais ...



São Lourenço  ()

São Lourenço é um marco na história de Niterói e andar por suas ruas é retornar ao passado. A reação aos franceses que invadiram a Baía de Guanabara, em 1555, originou o povoamento na área. Na luta sobressaíram-se Estácio de Sá, Mem de Sá e o Cacique Araribóia, chefe dos índios da tribo Temiminós. Leia mais ...


Mapa do Site

Cultura Niterói
 
Espaços Culturais
 
Programas
 
Outros
 
 
 
Portal Transparência
Contracheque Online
e-SIC
Comprovante de Rendimento
Consulta de Processos
 
Rua Pres. Pedreira, 98, Ingá - 24210-470, Niterói - RJ | Tel: (21) 2719-9900 | E-mail niteroi.culturas@gmail.com