Fotografias de um biólogo

Na exposição de repente minha lente, Vitor Jorge, apresenta 13 imagens inéditas impressas em papel de algodão e cana de açúcar com dimensões de 45×55 a 50×60, mostrando a caminhada do ponto de vista de um biólogo em transição para um novo mundo, o da fotografia. O evento acontecerá no período de 07 de novembro a 02 de dezembro, no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno.

Formado em Ciências Biológicas, Vitor se dedicou à botânica e na busca por encontrar-se, mas descobriu na fotografia um novo caminho para seguir.



Nessa nova fase estudou fotografia no Ateliê da Imagem, com Paulo Batelli e Fabian Albertini (Moda), recebeu menção honrosa no concurso da Associação dos Amigos do Jardim Botânico, e teve foto de sua autoria publicada para a sessão Revele-se, na Revista Fotografe Melhor. Atualmente investe no refinamento de técnicas para fotografar moda e evento, sem se afastar dos retratos, uma fonte inesgotável de faces e fases.

A exposição surge como imperativo de desvendar o seu olhar, nos pormenores, nas paisagens e até nas brincadeiras com a longa exposição, onde o artista é objeto da imagem. Nas imagens ficam expressas as idas e vindas do autor aliadas as novas descobertas e o começo da viagem pelo seu olhar, através das lentes da câmera.

Os três momentos são ressaltados e mostram em primeiro lugar o biólogo, confuso em andanças, observando a natureza e desvendando a fotografia em cores, apresentando as dúvidas e multifaces, sempre em busca de algo novo. No segundo momento, o urbano começa a ser inserido e se mistura com a natureza, que é sempre tão presente no olhar do artista.

E por fim, Vitor Jorge finaliza a exposição com o colorido não mais natureza, mas de pessoas e a intervenção do homem se apresenta como novo tema de sua caminhada através de objetos e coisas como tecidos, cordas, máscaras e canoas.

Vitor Jorge

F?ormado em Ciências Biológicas na Universidade Santa Úrsula - Rio de Janeiro, se dedicou à botânica e na busca por encontrar-se, descobriu na fotografia um novo caminho para seguir. Em 2011 iniciou seus estudos em fotografia no Ateliê da Imagem - Rio de Janeiro, com o fotógrafo Paulo Batelli, em 2012, especializou-se em moda com Fabian Albertini. No mesmo ano, iniciou os trabalhos como assistente de fotografia na instituição no curso de moda. ?

Ainda em 2011 participou de alguns coletivos de fotografia, onde expôs o seu trabalho pela primeira vez. Recebeu menção honrosa no concurso da Associação dos Amigos do Jardim Botânico, teve foto publicada na revista Fotografe Melhor, na sessão Revele-se. ?

Em 2012, como fotógrafo do músico Brunno Monteiro, teve uma foto capa no Caderno D, do Jornal O Dia e também foto no Jornal O Fluminense. Em outubro sua primeira exposição individual, no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno - Niterói, com o tema De Repente Minha Lente, com 13 imagens inéditas, a exposição surge como imperativo de desvendar o seu olhar, nos pormenores, nas paisagens e até nas brincadeiras com longa exposição, onde o artista é objeto da imagem. No mesmo ano, junto com a fotógrafa e amiga Lúcia Campêlo, fundaram a empresa Luz Karioca, especializada em moda e retrato família. ?

Começa o ano de 2013 com duas exposições confirmadas, a primeira no 1° Salão de Artes Visuais CCFA com duas Imagens e exposição individual no Instituto Cultural Germanico, com o trabalho Anti-Biótico, composto por 20 imagens, onde o artista mistura e explora um mundo irreal dentro da sua experiência com botânica e cria cenário onde há a contrafação do natural e as cores que despertam sentimentos.

Serviço:

Exposição "De Repente Minha Lente"
Abertura: 07 de novembro, quarta-feira, 19h.
Período de visitação: 08 de novembro a 02 de dezembro
Encontro com o artista: 02 de dezembro, domingo, às 10h
Local: Centro Cultural Paschoal Carlos Magno
Sala Hilda Campofiorito
End: Rua Lopes Trovão, s/nº, Icaraí, 2610-5748
Gratuito

Tags:






Publicado em 10/10/2013

Exposição Ponte Rio-Niterói: 50 Anos Conectando Histórias De 23 de junho a 30 de junho de 2024
Apresentação da Chamada Pública do CCPCM ENCERRADA
Mostra movimenta o Paschoal De 18 e 23 de agosto de 1998
Niterói de Ontem e de Hoje em mostra fotográfica no CCPCM Leia mais ...
Telas de Milton Eulálio, em exposição no CCPCM Leia mais ...
CCPCM abre exposição coletiva 'Gravadores e Escultores' Leia mais ...
Thereza Brunet expõe geometria e esoterismo no CCPCM Leia mais ...
No Paschoal, as flores que inspiram Tay Bunheirão Leia mais ...
Encontro com Tay no Paschoal desmistifica criação Leia mais ...