Em 1992, o grupo "Dito & Feito", formado por Lula Espírito Santo, Marco Valença, Cleber Castro e Paulão Menezes, gravou o LP "Choro Novo", pelo selo Niterói Discos.

Lula Espírito Santo é cantor, compositor, contrabaixista, violonista, cavaquinista e fotógrafo. Foi um dos criadores do grupo "Vissungo", que estreou, no Teatro Guaíra, em Curitiba, em 1974, junto com feras como João Bosco, Ivan Lins, Suely Costa, Cláudio Jorge e Maurício Einhorn. Com o grupo, Lula gravou em discos de Wagner Tiso e Tetê Espínola. Também criou a trilha sonora do vídeo "Manoel Congo", de Demerval Neto, para a TVE, e fez shows na Áustria e na Holanda. Cantou com Clememtina de Jesus e Xangô da Mangueira, além de ter feito shows no Estado do Rio com Aniceto do Império Serrano.

Em 1984, Lula Espírito Santo criou o grupo de samba de raiz "Eles que digam", em Niterói, mas sem deixar o trabalho com o grupo "Vissungo". Com o novo grupo, ele se apresentou com Nelson do Cavaquinho, Nelson Sargento, Wilson Moreira e gravou com Belô Veloso. E em 1992, com o grupo "Dito & Feito", gravou o disco "Choro Novo", pelo selo Niterói Discos. Tempos depois, Lula formou mais um grupo, desta vez o "Barraco total", nascido em 1997, e que cumpriu circuito musical em várias casas de espetáculo do Rio e de São Paulo, e com o qual gravou o CD "Em frente", também pela Niterói Discos. O álbum foi lançado no Teatro Municipal de Niterói e depois foi lançado em Portugal e Cabo Verde. Em 2001 e 2002, Lula tocou como violonista com Luiz Carlos da Vila, e em 2004, criou o grupo Qu4tro, no qual toca violão.

Marco Valença é um poeta, compositor-letrista, fotógrafo e produtor artístico niteroiense. O artista reúne experiências na área de jornalismo, publicidade, televisão, discos, espetáculos, análise, criação e execução de projetos culturais. Publicou os livros "Faca de Ponta" (1976), "Coração da Pedra" (1979), "Rabo de Lagartixa" (1982), e o fotolivreto "Fotopoemas" (2008). Agora está preparando o vídeo-livro "Eu Te Empresto Um Verso Meu".

Paulão Menezes cursou percussão na Escola de Música Villa-Lobos, no Rio de Janeiro. Sua carreira profissional começou em 1973, tendo, hoje, seu nome ligado a uma enorme lista de nomes da nossa MPB, como Bia Bedran, Fátima Guedes, Via Negromonte, Adriana Calcanhoto, Zélia Duncan, entre outros. Fez parte da Orquestra de Sax, da Rio Jazz Orquestra, da Orquestra Cipó e daCornet's Band Orquestra e do grupo de choro Dito e Feito. É integrante do Bloco da Palhoça.

Cleber Castro é bandolinista desde 1978. começou formando o "Unha de gato", em 1980. Nesta época, tocou em vários bares de Niterói, principalmente no Parati, no Ingá, reduto de boa música, e no bar Nó na Madeira, em Piratininga. Participou de shows de músicos do calibre de Joel Nascimento e Rafael Rabelo. Fez parte da primeira formação do "Eles que digam", em 1984, com o qual acompanhou Nelson Cavaquinho, Nelson Sargento, Aniceto do Império Serrano, Wilson Moreira e Ney Lopes, entre outros. De 1990 a 1994, apresentou-se no bar Canto da Pedra, em Itaipú, com o grupo que deu origem ao "Dito e feito", com o qual gravou o LP "Choro Novo", que inclui uma música de sua autoria.




1

/

5

title.mp3

Artist name

Composer name



Ano: 1992
Nome do LP: Choro novo - Dito e feito


Músicas

Lado A

01. Filhote (Lula Espírito Santo e Antônio Espírito Santo )
02. Choro Noturno (Ricardo Laquan)
03. Princesinha (Cleber Castro)

Lado B

04. Flauteando (Ronaldo Zanon)
05. Segunda-feira (Jorge Larrosa)
06. Com o meu na reta (Lula Espírito Santo)


Ficha Técnica

Produção gravação e mixagem: Fabio Motta e Zelli
Capa (Criação e arte final): Ricardo Giesta
Fotos: Renato Moreth
Composição Gráfica: Jefferson Couto
Gravadora: Castelo Studio Niterói, RJ em fevereiro/março de 1992


Ficha Institucional

PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI
Prefeito: Jorge Roberto Silveira

FUNIARTE
Presidente: Luiz Antonio Mello

NITERÓI DISCOS
Direção executiva: Ivan Macedo
Direção artística: Chico Aguiar






Publicado em 12/07/2013
Vila Real da Praia Grande (1996)
Coral Vozes da CLIN
Almanir Grego (1992)