Em 2008, o instrumentista Ronaldo do Bandolim entrou em estúdio para gravar o CD "Ernesto Nazaré por Ronaldo Bandolim", lançado pelo selo institucional da Prefeitura de Niterói, Niterói Discos. O disco é uma homenagem a um dos mais importantes compositores do Brasil na virada dos séculos XIX e XX.

"A realização deste CD conclui parte da pesquisa sobre o grande pianista e compositor Ernesto Nazareth, de quem serei eternamente fã, tanto do seu estilo romântico quanto da estética musical bem brasileira. Agradeço a colaboração e participação dos meus irmãos Rogério e Roberto e do meu filho Tiago neste trabalho. Dedico este CD ao meu outro irmão Rozalvo, violonista amador, o qual me forneceu partituras e fitas, e sempre me incentivou a executar as obras deste magnífico compositor. Agradeço também a todos os amigos músicos que aqui deram sua contribuição com muita criatividade." (Ronaldo do Bandolim)

"O repertório é lindo e original; ele fez um disco que contempla a obra de Nazareth de maneira tão autêntica e fiel, mas, também, com balanço, improviso, com sabor! E acompanhado por um time que sempre o deixa na cara do gol. É só comemorar! (Hamilton de Holanda)

Ronaldo do Bandolim
Ronaldo Souza Silva, nascido em Petrópolis, Rio de Janeiro, em 1950, é conhecido como Ronaldo do Bandolim. Bandolinista do Conjunto Época de Ouro e do Trio Madeira Brasil, é considerado um dos maiores bandolinistas brasileiros. Uma das qualidades mais impressionantes de Ronaldo é a precisão e velocidade da sua palhetada. Mas ele ressalta que não há um segredo especial para desenvolver essa técnica. O músico também tem uma forma diferente de realizar aberturas de acordes. Como seu instrumento é afinado em sol, ré, lá, mi (do grave para o agudo), Ronaldo prefere realizar muitas inversões: gosta de fazer as harmonias em apenas três cordas, para ficar mais fácil. E prefere imaginar o som do bandolim em um contexto com outros instrumentos. Para melhorar o som, e deixá-lo brilhante.


Ernesto Nazareth

Ernesto Júlio de Nazareth, nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 20 de março de 1863. Ainda criança, começou a estudar piano com a mãe, Carolina Augusta, e a partir de 1874, recebeu lições de Eduardo Madeira, amigo da família, e Charles Lucien Lambert, afamado professor negro, de New Orleans (e não branco e francês, como encontramos em antigas biografias), aqui radicado.

Ernesto Nazareth teve uma das carreiras mais produtivas e extensas na nossa música. E mesmo numa época em que muitos colegas não chegavam nem aos cinquenta anos de idade, nosso artista conseguiu completar, em 1928, cinco décadas de devoção à música brasileira. E quatro anos depois, aos 5 de janeiro de 1932, apresentou-se em recital, somente de músicas suas, no Studio Nicolas, à Rua Alcindo Guanabara, n° 55, 2° andar, Cinelândia.

O compositor deixou-nos 88 "tangos", 41 valsas, 28 polcas e mais hinos, sambas, marchas, quadrilhas, "schottisches", "fox-trots", romances, entre outros gêneros, perfazendo um total de 212 composições de autoria confirmada. E para brindar a todos nós com esse "tributo" à memória do grande compositor, Ronaldo do Bandolim escolheu especificamente 15 peças que hoje se encontram esquecidas do grande público, mas que alcançaram enorme sucesso no tempo em que foram editadas.




1

/

5

title.mp3

Artist name

Composer name




Ano: 2008
Nome do Disco: Ernesto Nazareth por Ronaldo do Bandolim


Músicas

01. Podia ser pior
02. Catrapuz
03. Maly
04. Atrevido
05. Encantador
06. Primorosa
07. Insuperável
08. Arreliado
09. 9 de Julho
10. Travesso
11. A Fonte de Lambary
12. Cacique
13. Mercedes
14. Eponina
15. Pierrot


Ficha Técnica

Produção artística e repertório: Ronaldo do Bandolim
Direção artística e arranjos: Rogério Souza, Ronaldo do Bandolim e Trio Madeira Brasil Auxiliar de direção: Tiago Souza
Técnico de gravação: Luís Cláudio Coutinho
Mixagem e masterização: Fábio Motta
Estúdio: Castelo Studio
Projeto gráfico: MBA cultural
Ilustrações: Bruno Ventura
Fotos: Gustavo Stephan


Ficha Institucional

PREFEITURA DE NITERÓI
Prefeito: Godofredo Pinto
Secretária de Cultura: Marilda Ormy
Subsecretária de Cultura: Angela Provetti

FUNDAÇÃO DE ARTE DE NITERÓI
Presidente: Danielle Nigromonte
Superintendente Administrativa: Maria Inês Azevedo de Oliveira
Superintendente Cultural: Gisella Chinelli

NITERÓI DISCOS
Coordenação Geral: Daniela Magalhães
Produção: Talitha Áscoli







Publicado em 10/08/2016
Vila Real da Praia Grande (1996)
Coral Vozes da CLIN
Almanir Grego (1992)