Capa de 4 de março de 1974 anuciando a inauguração da Ponte Rio-Niterói. Clique para ampliar
A Sala José Cândido de Carvalho lança a exposição "Capas Históricas", no dia 12 de novembro, terça-feira, às 19 horas. Parte da pro­gramação que comemora os 440 anos de Niterói, a mostra, com curadoria de Desirée Monjardim, celebra também os 135 anos do jornal O Fluminense, reunindo 20 capas históricas do periódico. A mostra se estenderá ate o dia 10 de fevereiro de 2014.

De acordo com Desirée, as capas foram escolhidas após uma rigorosa pesquisa no arquivo do jornal e contemplam a história do próprio diário, além de importantes acontecimentos pelo mundo e na cidade de Niterói.

Quem passar pela Sala José Cândido de Carvalho vai poder conferir as primeiras páginas de O Fluminense de edições históricas sobre a "Lei Aurea", a "Proclamação da República", o "Homem na Lua", a "queda das Torres gêmeas", a "Ponte Rio-Niterói", entre outras.



Desirée Monjardim, ressalta a importância desta obra para a cidade. "No aniversário de 440 anos de Niterói, não poderia deixar de prestar essa homenagem a um jornal que tanto faz pela nossa cidade. Todos os jornalistas que conheço, passaram pelo jornal e costumo brincar, dizendo que este jornal é uma grande escola para o jornalismo. Tenho 65 anos e desde criança acompanho a minha cidade pelas páginas deste jornal que tanto estimo e que sempre vem esclarecer a população de uma maneira objetiva e direta", afirma.

Capa de 24 de maio de 1974 anuncando a eleição de José Cândido de Carvalho para a Academia Brasileira de Letras (ABL). Clique para ampliar
Desirée declara ainda que as capas selecionadas possuem influência histórica e pessoal. "São 135 anos abrindo perspectivas existenciais e alimentando o espírito das cidades. Até hoje O Fluminense é assunto diário. O jornalismo é exemplo de integridade e elevada ética. Com essa exposição, homenageio minha cidade, que costumo chamar de minha Nova Iorque, devido sua travessia de barca para o Rio. É emocionante diariamente ver da praia de Icaraí os aviões taxiando na pista do aeroporto Santos Dumont, com a sua vista deslumbrante e às vezes pousos e decolagens, é um sonho lindo. Amo essa cidade".

O Espaço

Inaugurada em 23 de maio de 1988, a Sala José Cândido de Carvalho é a mais antiga galeria da cidade e foi batizada com esse nome em homenagem ao brilhante escritor, cronista, bacharel em direito e jornalista José Cândido de Carvalho, autor de obras literárias de sucesso, que ocupou a cadeira 31 da Academia Brasileira de Letras, sendo o único membro da ABL que morava em Niterói, cidade em que viveu até sua morte, em 1989.




O FLUMINENSE está presente há mais de um século em Niterói – essa eterna e jovem cidade de 440 anos -, com permanente marca: escrever a viva história da gente fluminense, edição a edição, sob tintas de eterno compromisso – manter as lições exemplares do jornalista Alberto Francisco Torres sobre honestidade e verdade nas múltiplas informações do nosso dia a dia.

Crescemos com o tempo e hoje somos o GRUPO FLUMINENSE - ampliamos traços em muitas mídias, pois queremos registrar mais e mais as inesgotáveis forças da crença humana numa sociedade sustentada pela paz, pela justiça e pelo amor.

Um pouco da trajetória do jornal, semente do Grupo, que reúne hoje rádios, canal de TV, revistas e com presença forte na internet, será mostrada na exposição de 20 páginas históricas de O FLUMINENSE, marcantes em momentos importantes de Niterói, do Estado do Rio de Janeiro, do País e do mundo.



Roberto Santos


Fotos de Luiz Ferreira



Tendo consciência e atitude de dividir essa emoção da importância do jornal O Fluminense, selecionei 20 capas históricas em seu arquivo. São 135 anos abrindo perspectivas existenciais e alimentando o espírito das cidades. Mensageiro político e de acontecimentos reais pela liberdade individual.

Até hoje O Fluminense é assunto diário. O jornalismo é exemplo de integridade e elevada ética, dizer o que for preciso ser dito e assim iluminar um catatônico. Com essa exposição homenageio minha cidade nos seus 440 anos. Niterói ,que costumo chamá-la “minha Nova Iorque”, com sua travessia de barco , Caminho Niemeyer e o MAC. É emocionante diariamente ver da praia de Icaraí os aviões taxiando na pista do aeroporto Santos Dumont, com a sua vista deslumbrante e às vezes pousos e decolagens , é um sonho lindo.

A exposição das capas históricas será na Sala e Galeria José Candido de Carvalho, a mais antiga da cidade.


Desirée Monjardim Lait, gravadora, pintora e curadora


Serviço:

Exposição: "Capas Históricas"
Abertura: Terça, 12 de novembro, às 19h
Visitação: De 12 de novembro de 2013 a 10 de fevereiro de 2014
Horário: De segunda-feira a sexta-feira, das 09 às 17h

Local: Sala José Cândido de Carvalho
Endereço: Rua Presidente Pedreira, 98, Ingá - Niterói/RJ
Telefone: (21) 2719-9639
Entrada Gratuita







Publicado em 28/10/2013

Sala José Cândido de Carvalho inaugura exposição "O Agro é Pop" De 21 de janeiro a 24 de março