Formada em Niterói no início dos anos 1980, o Taurus foi uma das bandas precursoras do Thrash Metal nacional ao lado de grandes nomes como Dorsal Atlântica, MX, Korzus entre outros. Ouvindo de Black Sabbath, Iron Maiden, Deep Purple, passando pelas 'novidades da época como Metallica, Slayer, entre outros, os quatro amigos, Otávio Augusto (vocal), Jean (Baixo), Cláudio Bezz (guitarra) e Sérgio Bezz (bateria) passaram a cultuar o gênero e a compor. Lançada no programa "Guitarras" da Rádio Fluminense FM "A maldita", o desafio era encarar o desafio de deixar de ser fã e fazer música.

"Signo de Taurus", gravado em apenas 8 canais, foi o primeiro álbum da banda. Lançado em 1986 pela Point Rock Discos, vendeu mais de 5.000 cópias, um feito para época, em se tratando de um disco independente. "Signo de Taurus" foi o único desta primeira fase, totalmente cantado em português.

Clique para ampliar.
"O idioma foi um fator forte. O thrash metal em português, de uma maneira que soou bem. Na verdade, era comum o português no metal da época, várias bandas escreviam em nossa língua, mas nosso som mais rápido e pesado, poucos, e logo depois a febre do inglês tomou conta."

Apesar do sucesso de vendas e agenda cheia, o vocalista Otávio augusto deixou o grupo em 1987.

Depois de muita procura e ensaios com alguns vocalistas, o Taurus encontra Jeziel Oliveira, um guitarrista promissor e de uma voz que se encaixaria perfeitamente no estilo da banda. Com ele, a banda gravou em 1988 "Trapped in Lies" (Point Rock Discos) e "Pornography" em 1989 (Heavy Metal Rock), que levaram a banda a um estilo mais experimental e Heavy Metal, diferente da sonoridade agressiva e Thrash Metal do álbum de estreia.

Clique para ampliar.
"A saída do Otávio e a entrada do Jeziel trouxeram várias mudanças, entre elas o Jeziel também tocava guitarra, dando outra pegada ao vivo, o que refletiu no estúdio também. Acho que no 'Trapped in Lies' cadenciamos um pouco o som. De fato, quisemos experimentar outras águas. No 'Pornography' já foi outro passo, a influência do Punk bateu em nós. Um som mais direto, básico, rápido. "

Clique para ampliar.
A banda interrompeu as atividades em 1994 e seus integrantes seguiram em projetos paralelos até que em 2007 seus LP’s foram relançados em CDs (Marquee Records), criando um novo ciclo para o trabalho. Um reinício com o pé direito, fazendo a abertura do show da banda de Thrash Metal Testament, no Canecão, no Rio de Janeiro. A partir de então, é dada a partida para a turnê nacional e internacional. Neste reinício, o Taurus voltou com duas grandes novidades, a entrada de Beto de Gásperis no baixo - no lugar do Jean, e o retorno de Otávio Augusto, dividindo o posto com Jeziel.

A banda assim seguiu uma extensa sequencia de shows no Brasil, e em 2010 lançou "Fissura" (selo Corredor 5), retornando às letras em português e resgatando a pegada do aclamado "Signo de Taurus. "Para os fãs mais novos 'Fissura' é o primeiro álbum da banda, porque não éramos tão conhecidos, já que paramos num período pré-internet."





Pouco depois, Felipe Melo passa a integrar a banda, e define a formação atual, ao lado dos membros originais: Otávio Augusto (vocal), Cláudio Bezz (guitarra) e Sérgio Bezz (bateria). Em 2011, a banda contribui com uma canção na trilha sonora do documentário Brasil Heavy Metal, sendo que Otávio Augusto ainda participou junto com outros artistas da gravação da música-tema do filme.

Em 2015, a Taurus preparava o lançamento de um DVD em comemoração aos 30 anos de carreira.




Discografia

Signo de Taurus (1986)
Trapped in Lies (1988)
Pornography (1989)
Fissura (2010)
Super Peso Brasil (CD/DVD, coletânea 2014)





Publicado em 0000-00-00
Museu Antônio Parreiras