Formada em Março de 2011, a partir do encontro de amigos músicos das mais variadas influências, a Sinfônica Ambulante sempre quis fazer arte de livre acesso ao ocupar espaços públicos com muita música e diversão.

Buscando criatividade e irreverência, contaram com a presença de bateristas e percussionistas se juntando ao sopro de metais, como saxofones, trompetes, trombones e flautas, além de surdos, caixas, repique, alfaia, derbak e outros instrumentos.

No repertório, desde sambas consagrados ao bom e velho Rock'n Roll, assim como diversos ritmos diferentes, como a Funky Music, o Forró e o Maracatu. Com releituras próprias, sempre aliadas a muita descontração e improviso entre os integrantes, atravessam o trabalho de artistas como Zé Kéti, Jorge Bem Jor, James Brown, Nirvana e Beatles, além de músicas de filmes famosos, dentre muitos outros.

Fazendo jus ao seu nome, o grupo levou seu som para os mais diversos públicos, seja nos ensaios abertos semanais que acontecem na Praça do Cinema Icaraí, ou em suas apresentações mensais por praças e parques de Rio de Janeiro, Niterói e interior do Estado.

O grupo já chegou a abrir shows para grandes artistas da música brasileira, como Bangalafumenga, Elba Ramalho e Gilberto Gil. Desde então, a “Ambulante” passou a ocupar um importante lugar no cenário cultural fluminense, com shows realizados em diversas casas de espetáculos e cidades do Estado, tendo excursionado também com seu show para São Paulo.

A cada aniversário, a Sinfônica Ambulante realiza a Tomada Cultural de Niterói, reunindo diversos artistas das mais variadas modalidades para uma grande festa no Campo de São Bento, intercalando com a música atrações de dança, teatro, circo, malabares, pernas de pau, entre outros. Também desfila com seu bloco no sábado após o Carnaval (sábado das campeãs), na Praia de Icaraí, em Niterói. Dentre os Carnavais realizados em sua história, a banda fez um cortejo marítimo atravessando de barca a Baía de Guanabara, desembarcando na Praça XV – Rio de Janeiro, para seguir em cortejo pelas ruas do Centro histórico do Rio.

Em sua formação mais recente, a Sinfônica Ambulante contava com os seguintes integrantes:
Sax Tenor: Edison Matos, Gilson Freitas, Lucas Galantine;
Sax Alto:Raphael Lopes;
Trompetes: Anderson DaNova, Lucas Marcondes
Trombone: Matheus Miranda;
Tuba: Leonardo Gielow
Flautas: Thaísa Pires, Vanessa Onofre;
Caixa: Caue Machado, Eduardo Magliano;
Zabumba: Cayo Nametala;
Surdo: Fabiano Marçal;







Publicado em 0000-00-00
Museu Antônio Parreiras