Em 2003, a Fundação de Arte de Niterói, por meio da Niterói Livros, publicou a coletânea de textos com os contos vencedores do I Concurso Municipal de Conto, realizado em 2002. A iniciativa veio ao encontro da demanda dos escritores da cidade que estavam ansiosos por uma oportunidade de reconhecimento e de divulgação.

    Apresentação

    Está em suas mãos, leitor, a coletânea de textos do I Concurso Municipal de Conto, promovido pela Prefeitura de Niterói e a Universidade Plínio Leite, nas categorias infanto-juvenil e adulta. Certamente, não deve ter sido tarefa fácil a do júri, porquanto fora grande a remessa de trabalhos. E seus organizadores, por certo, aguardaram por textos que justificassem os longos tempos a serem despendidos pelos jurados no árduo trabalho de premiá-los e excluí-los, com a utilização de critérios de julgamento amparados dos cânones da literatura, desde os clássicos, isto é, escolha do narrador (em 1ª ou 3ª pessoa) e de seu discurso (direto, indireto e indireto livre): construção das personagens e da trama: adestramento no manejo do espaço (ambiente e ambiência) e do tempo (cronológico e íntimo) etc.

    Clique para ampliar
    As notas foram atribuídas, pois àqueles contistas que souberam melhor NARRAR usas histórias, como no conto “fome de pássaro” (1º lugar na categoria infanto-juvenil):

    “Transportava seus sonhos para o céu, sem deixar que estes se misturassem às memórias que queria apagar. As mãos desgarradas da obrigação de silenciarem suas vontades insatisfeitas rascunhavam por sobre o vazio de seus olhos as tantas vozes que deixara morrer [...] O branco do espaço sem borda era a matéria-prima para a delimitação de suas faltas.”

    E no “O Herege” (1º lugar na categoria adulto): “Na escuridão deixava para trás seus receios. Caminhava cada vez mais rápido e olhava em frente, mas ainda tinha que atravessar a enfermaria, a casa dos noviços, a enfermaria, a casa dos noviços, o refeitório, a despensa para finalmente chegar ao confessionário. Correu pelos corredores, segurando forte sua roupa branca. Quando já estava próximo ao confessionário fora interrompido por alguns gritos que advinham do quarto das expiações. O monge vidente estava trancafiado. Gritava interruptamente.”

    Que se promovam mais concursos para estimular a criatividade literária e revelar autores!


    Iterbio Galiano Aldrighi (escritor, especialista em literatura brasileira e mestre em ciência da Arte, pela UFF).





Ficha Institucional
Clique para ampliar

Godofredo Pinto
Prefeito de Niterói

Marcos Gomes
Secretário de Cultura

André Diniz
Subsecretario de Cultura

Cláudio Valério Teixeira
Presidente da Fundação de Arte de Niterói

Maria Inês Azevedo de Oliveira
Superintendente da Fundação de Arte de Niterói

Margareth da luz
Coordenadora da Niterói Livros


Premiação

Categoria Adulto
1º lugar: O herege (Andréia Mello Lacé)
2º lugar: Augusta (Eduardo A.varela)
3º lugar: O estorvo (Bartolomeu Lima Rabelo)

Menções Honrosas
O homem velho - André Dantas
As vertigens do sono - Bruno Marcus R. Pessanha
O luto de Isabella - Fernanda Levy
Olhos sobre tela - Hedilane Alves Coelho
O menino solitário - Julia Almeida
O cochicho das ninfas - Luciana Montechiari
Isabel - Rosaly Fonseca
A Cartomante & A Carta Amante - Teresa Mello

Categoria Infanto-juvenil
1º lugar: Fome de pássaro (Fernanda C. Miana de Faria)
2º lugar: A lua dos loucos (Marcelle da Costa Santos)
3º lugar: Para lembrar (Marina Veloso de Andrade)

Menções Honrosas
L1455 t23 (Alice de Rezende Volpi)
Outro rumo (Fernanda de Matos Sepúlveda)
As 4 últimas palavras (Maria Maria)
Mitológico deus angelical (Michelle carvalho)
Voando com solão (Thiago Machado Cascabulho)
Vidas indo à falência (Vicente Cretton Pereira)





Publicado em 0000-00-00