Clique para ampliar.


Musical inédito leva ao palco mais de vinte canções de Caymmi em versões sintetizadas

No ano em que Dorival Caymmi completaria 101 anos, Diogo Villa Maior assina a direção do monólogo musical "Quem vem pra beira do mar", baseado nas canções do cantor e compositor baiano. O espetáculo faz curta temporada no Teatro Popular Oscar Niemeyer, em Niterói, de 30 de outubro a 1º de novembro, sexta, às 21h, sábado, às 20h, e domingo, às 19h. Depois, segue em turnê nacional por cidades que vão de Brasília a Sousa, no interior da Paraíba.

A peça entrelaça trechos das canções de Caymmi com a história de um homem que caminha à beira do mar, ainda na madrugada do dia de Iemanjá. Enquanto prepara sua oferenda, ele revive a história de seu grande amor, Maria Amélia. "Li todas as letras e ouvi todas as músicas durante um mês", conta o diretor, que também assina a dramaturgia original. "Foi um trabalho artesanal para encontrar uma história que partisse das próprias canções."

A direção musical ficou nas mãos de André Siqueira, que já tocou com Danilo Caymmi, filho de Dorival. "Demos uma leitura contemporânea aos arranjos originais. Combinamos a sujeira da guitarra elétrica sintetizada com o som ancestral dos atabaques", explica André, que já trabalhou com diretores como João Fonseca e Charles Möeller. "O resultado é inimaginável."

É o primeiro musical de Villa Maior, que no começo do ano estreou "Cronópio", inspirado no célebre personagem do escritor argentino Julio Cortázar. "Sempre quis montar um musical. Gosto muito do gênero, mas pouco do que vejo", conta o diretor, que também resistiu a um perfil biográfico de Caymmi. "Quis sair do formato padrão e pensar a música como parte da dramaturgia, não como um show à parte."

Em cena, o ator e dançarino Márcio Moura canta mais de 20 canções de Caymmi. "A cada cena nova que o Diogo escrevia, nos encontrávamos e eu lia o texto para ele", conta Márcio, um dos fundadores da companhia de mímica Etc e Tal, que circula há mais de 20 anos no Brasil e no exterior. "O desafio foi me aproximar, na fala, da mesma naturalidade de Caymmi quando canta."

A montagem foi contemplada pelo edital de patrocínio dos Correios e do Banco do Nordeste. O figurino é assinado por Fernanda Sabino, da Artesanal Cia. de Teatro, e a cenografia é de Vinícius Lugon.


Ficha técnica

Dramaturgia e direção geral: Diogo Villa Maior
Interpretação: Márcio Moura
Direção musical: André Siqueira
Iluminação: Elisa Tandeta
Figurino: Fernanda Sabino
Cenografia: Vinícius Lugon
Idealização: Turbina Criativa
Realização: Lumi Produções


Serviço:

"Quem vem pra beira do mar"
Data: 30 e 31 de outubro / 01 de novembro
Horário: sexta, às 21h; sábado, às 20h; e domingo, às 19h
Ingresso: R$20 (inteira) e R$10 (meia)
Duração: 70 minutos
Classificação: 12 anos

Local: Teatro Popular Oscar Niemeyer
Endereço: Rua Jornalista Rogério Coelho Neto s/n - Centro, Niterói – RJ





Publicado em 0000-00-00