Em cartaz na Sala Nelson Pereira dos Santos, 'Duetos', comédia de Peter Quilter, com direção de Ernesto Piccolo e estrelada por Patricya Travassos e Marcelo Faria, retrata de forma cômica os encontros e desencontros da vida amorosa contemporânea através de quatro histórias de uma mulher e um homem - não necessariamente casais - às voltas com seus próprios desejos e traumas em busca do amor, e enfrentando a solidão. O espetáculo acontece de 7 a 9 de outubro, sexta e sábado às 20h, domingo às 19h.

O texto de Quilter examina o mundo caótico do amor e dos relacionamentos modernos, onde a grama do vizinho é sempre mais verde que a nossa. A atriz, autora e apresentadora Patricya Travassos tem mais de 40 anos de carreira, 35 novelas, 10 filmes, 9 peças de teatro, 3 livros publicados, mais de 30 músicas compostas. Marcelo Faria também é conhecido pelos seus mais de 30 anos de carreira, 35 novelas, 5 filmes e 10 peças de teatro, entre elas "Dona Flor e Seus Dois Maridos", que ficou 5 anos em cartaz, e "Razões para Ser Bonita", ao lado de Ingrid Guimarães, durante 3 anos.

"A peça, na sua essência, fala de solidão mesmo, e de uma forma muito divertida. Das relações mais diversas que o ser humano experimenta para tornar a solidão menos dolorosa. São os encontros às escuras; a secretária e o patrão que têm uma relação de amor em que só não casam, não transam; o casal que vai separar, vai experimentar a solidão, mas não consegue; e por fim a noiva que está casando pela 3ª vez, e dá tudo errado. É uma lente de aumento, uma sátira dessas situações”, conta Ernesto Piccolo, diretor também de sucessos como 'Divã', 'Doidas e Santas', 'A História de Nós Dois'.

Encenado em mais de 20 países e traduzido para 10 idiomas, o texto de Quilter recebe agora sua primeira montagem no Brasil, apresentado e patrocinado pela Brasilcap, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com produção geral e realização da Inova Brand.

As Quatros Histórias

Encontro às Cegas: Jonathan e Wanda marcam um encontro através de um aplicativo de relacionamento. Ambos se esmeram para agradar mas, claro, nada sai como o esperado. Eles esperam desta vez acertar.

Quase Casados: Jane prepara uma festa de aniversário para seu chefe, Ary. Ele não se interessa por mulheres, mas ela não vê isso como empecilho para um possível casamento. A esperança é a última que morre.

Divórcio Amigável: Shirley e Beto decidiram passar férias na Espanha para finalizar seu divórcio. Enquanto se afogam nos drinques, vão entendendo que estão longe de ser o ex-casal bem resolvido que pensavam.

Mais uma vez Noiva: Angela está se casando pela terceira vez, para desgosto de seu irmão Tobias. Pouco antes da cerimônia, uma sucessão de incidentes a leva a crer em mau presságio. Confusa, não sabe mais se quer casar.

"Eu amo comédia. Adoro assistir e adoro fazer comédia. E ter quatro histórias na mão é muito divertido. Quatro personagens, quatro pensamentos, quatro carências, quatro caracterizações. Está sendo muito rico pra mim. Estamos chegando a lugares muito divertidos e ao mesmo tempo muito profundos - apesar de engraçados, os personagens falam de emoções muito humanas. Está sendo um presente nesse momento difícil, saindo da pandemia. Precisamos rir, mais do que nunca. Precisamos ir ao teatro. A nossa classe foi muito prejudicada nesses últimos anos, então eu espero que seja um sucesso.", afirma Patricya Travassos.

"Este projeto por si só já é um desafio para qualquer ator. Interpretar num mesmo espetáculo quatro personagens já é estimulante, mas não para por aí. São quatro histórias distintas com um mesmo enredo - encontros e desencontros, solidão e a busca pelo amor e por um/a companheiro/a ideal. Nos diverte tanto que com certeza divertirá quem estiver na plateia. Eu sempre adorei desafios, e o palco me desafia sempre. Quatro personagens. Quatro trocas de roupa em cena, camarim aberto, e uma companheira que é uma mestra da comédia", completa Marcelo Faria.

Peter Quilter - Autor

Peter Quilter, nascido em Colchester, Inglaterra é dramaturgo do West End londrino e da Broadway. Suas peças foram traduzidas para 30 idiomas e apresentadas em mais de 40 países. Atualmente, Quilter tem mais de 14 produções ativas acontecendo pelo mundo, totalizando mais de 30 espetáculos realizados. Uma das produções de grande destaque é o espetáculo “End of the Rainbow” que foi adaptada para o filme vencedor do Oscar “Judy” (2019), estrelado por Renée Zellweger. Ele também é autor da comédia “Glorious!”, de West End e Broadway, adaptada para o filme “Florence Foster Jenkins” (2016), dirigido por Stephen Frears e estrelado por Meryl Streep.

Ernesto Piccolo - Diretor

Ernesto Piccolo é ator e diretor. Entre seus recentes trabalhos como diretor de teatro estão “D.P.A. - Detetives do Prédio Azul, A Peça”; “Divã”; “Doidas e Santas”; “A História de Nós Dois”; “Simples Assim”, de Martha Medeiros”; “O Ovo de Novo - Galinha Pintadinha”; “Andança - Beth Carvalho, o Musical”. Desde 2010 dirige o festival de diversidade cultural Tangolomango, que reúne grupos culturais populares, tradicionais e contemporâneos, de várias partes do Brasil e da América Latina.

Patrycia Travasssos - Atriz

Começou na década de 1970, no grupo de teatro Asdrúbal Trouxe o Trombone, ao lado de Regina Casé, Luís Fernando Guimarães, Perfeito Fortuna e Evandro Mesquita, criando e atuando nas peças “Trate-me Leão” e “Aquela Coisa Toda”. Na década de 1980, compôs canções e dirigiu os espetáculos da banda Blitz e de outros cantores. Atuou nas peças “A Partilha”, de Miguel Falabella; “Capital Estrangeiro”, de Silvio de Abreu; “5 x Comédia”, “Monstra” e “Aérea”, entre outros.

Na TV Globo, criou e escreveu “Armação Ilimitada”, foi roteirista de “TV Pirata”, “Delegacia de Mulheres” e “Vida ao Vivo Show”, entre outros, e atuou em inúmeras novelas da casa. No Multishow, participou das séries "Lili, a Ex", "A Secretária do Presidente", "Treme Treme", "A Vila" e atualmente está no ar em o "Dono Do Lar". Entre 1997 e 2013 apresentou o programa “Alternativa Saúde”, no GNT, e foi cronista da revista Marie Claire. No cinema, participou de roteiros dos filmes de Tizuka Yamasaki, Lui Farias e Guilherme de Almeida Prado. Atuou nos filmes “Minha Mãe É Uma Peça” 1, 2 e 3, com Paulo Gustavo.

Marcelo Faria - Ator

Estreou na TV ao lado de seu pai, Reginaldo Faria, na minissérie “A Máfia no Brasil”. Em 1989 atuou na novela “Top Model”, de Walther Negrão e Antônio Calmon, e não parou mais de fazer novelas, sempre na TV Globo. Viajou por todo o Brasil com a peça “Dona Flor e Seus Dois Maridos”. No teatro, também fez sucesso com “Razões para Ser Bonita”, de Neil Labute e direção de João Fonseca, ao lado de Ingrid Guimarães, Gustavo Machado e Aline Fanju.

Ficha Técnica

Autor - Peter Quilter
Direção - Ernesto Piccolo
Atriz - Patricya Travassos
Ator - Marcelo Faria

Cenário - J.C. Serroni
Figurino - Claudio Tovar
Iluminação - Aurélio de Simoni
Trilha Sonora - Rodrigo Penna
Preparadora Corporal - Daniella Visco
Visagismo - Rafael Senna
Tradutor - João Polessa Dantas
Adaptação do Texto - Patricya Travassos e Ernesto Piccolo
Direção de arte gráfica, foto e vídeo - Mauricio Tavares
Registro Fotográfico - André Wanderley
Assessoria de Imprensa - JSPontes Comunicação
João Pontes e Stella Stephany
Casting - Kananda Raia


Serviço

Duetos
Data: De 07 a 09 de outubro de 2022
Horário: Sexta e sábado às 20h; Domingo às 19h
Preço: R$ 90 (inteira) | R$ 45 (meia)
Link das vendas: Sympla

Local: Sala Nelson Pereira dos Santos
End: Av. Visconde do Rio Branco 880, São Domingos








Publicado em 27/09/2022

O infantil "Família Encanto" entra em cartaz na Sala Nelson Sábado, 27 de julho
Suzy Brasil apresenta "Made in Brasil", na Sala Nelson Sábado, 27 de julho
Carlos Mauro passeia por sua carreira na Sala Nelson Domingo, 28 de julho
Memória: Adriana Calcanhotto inaugura Sala Nelson Pereira dos Santos ENCERRADA
Memória: Sala Nelson recebe Paulinho Moska e os Violões Fênix ENCERRADA
Memória: Emicida apresenta AmarElo na Sala Nelson Pereira dos Santos ENCERRADA
A Sala Nelson Pereira dos Santos