Tendo atuado em diversas bandas como instrumentista, produtor e arranjador, em seu primeiro trabalho solo instrumental, lançado em 2002, pelo selo Niterói Discos, o pianista e compositor Kiko Continentino mostra uma visão ampla de vários estilos que compõe o seu universo musical. Com uma sonoridade moderna, em O Pulo do Gato Kiko passeia pelo jazz, samba, soul e funk, com um swing e uma competência de tirar o fôlego.

Pianista, arranjador e tecladista de rara sensibilidade, o artista, que acompanha Milton Nascimento há quase 15 anos, já integrou diversas bandas e desenvolveu um belíssimo trabalho solo, que carrega a leveza do jazz junto à intensidade da música instrumental.

Clique para ampliar.
No álbum, Kiko conta com a participação valiosa dos seus dois irmãos Jorge (sopros) e Alberto (contrabaixos), parceiros no Continentrio, grupo que toca composições e arranjos dos três, com uma concepção arrojada e experimental. Excelentes músicos e igualmente requisitados no mercado, eles contribuem de forma decisiva, não apenas como instrumentistas, mas com composições e parcerias. Também participam músicos de renome como Milton Nascimento, Bebeto Castilho (Tamba Trio), Luiz Alves, Chico Batera, Carlos Balla, Armando Marçal, Paulinho Guitarra, Jessé Sadoc, entre outros. A produção musical, arranjos e programações são do próprio Kiko.

É um trabalho instrumental de personalidade, com uma riqueza de timbres e texturas musicais, elaborado por um músico competente e talentoso que transmite, em pequenos fragmentos, várias informações sonoras diferentes e homogêneas ao mesmo tempo. As composições são da própria "safra" deste virtuoso dos teclados, que além de excelente instrumentista, tem uma sensibilidade incrível para compor, arranjar e produzir boa música.

Ao longo de sua carreira, o arranjador acompanhou diversos outros artistas em shows e gravações. Emílio Santiago, Claudio Zolli, Pepeu Gomes, Edu Lobo, Chico Buarque, Os Cariocas, Vanda Sá, Roberto Menescal, MPB-4, Quarteto em Cy, Dalto, Paulinho Moska e Fito Paes foram alguns deles. Kiko atuou também em trabalhos instrumentais com Arthur Maia, Chico Batera, Robertinho Brandt, Cláudio Infante, Nivaldo Ornellas, Vitor Biglione, Raul Mascarenhas e Robertinho Silva. Em 2014, o artista participou do Projeto Palco Niterói Discos, no Solar do Jambeiro, que apresenta artistas que gravaram no selo.



    "Kiko Continentino é uma radiosa revelação da geração 90, que o possui vastos conhecimentos musicais, sentindo-se inteiramente à vontade em diferentes estilos com igual proficiência. "O Pulo do Gato" oferece um panorama da sua visão musical, comprovando a intimidade que possui com diversos ritmos modernos, mas também evidenciando respeito e interesse por outras formas brasileiras.

    A canção "Universos" é um movimentado passeio pelo terreno do samba-jazz, repleto de genuíno suingue, destacando a fluência do seu irmão Jorge (sax-tenor). "Soul Niterói" possui a atmosfera jazz funky que despontou nos anos 50, abrigando um articulado solo de Kiko no piano Fender Rhodes. O groove envolvente que perdura durante a interpretação de "Mr. Saxophone", com Jorge no sax-alto, é atual, de hoje, de agora. Saiba mais sobre a carreira dese grande músico que adotou Niterói e aqui fez carreira
Clique para ampliar.
    A voz e o violão de Milton Nascimento ornamentam a lírica e reflexiva "Nuances", bem ao gosto do consagrado Bituca, cujo vocalize é sublinhado por Jorge no sax-alto, além de uma intervenção de Alberto no baixo e Kiko comprova seu domínio instrumental revezando-se no piano, nos teclados e no mini-moog. Um motivo rítmico introduz "Bom Partido", número movimentado e dançante sustentado pela polirritmia incessante do baterista Carlos Bala.

    A melancólica melodia "Despedida" reflete exatamente o seu título, tendo uma introdução fora do andamento normal para depois, mais acelerado, configurar-se num misto de bossa e samba num clima suingado do início ao fim. Kiko projeta suas ideias numa improvisação coordenada com direção e propósito. "Samba Dorival" tem o reforço dos ilustres convidados Bebeto Castilho (flauta – quem não lembra dele no lendário Tamba Trio?), Pedro Paulo (flugelhorn - remanescente do original Sexteto Bossa Rio, de Sérgio Mendes), Luiz Alves (baixo – que fez historia no Som Imaginário e em inúmeros outros conjuntos) e Chico Batera (percussão – lenda viva que tocou com quase toda a irmandade musical do tempo do Beco das Garrafas).

    "Ladies" é uma melodia de cinco notas desenvolvida num ambiente de total relax e descontração. "Vestígios" permite apreciar o talentoso Jessé Sadoc (trompete) em ótima forma. O lirismo de "Pianíssimo" é o veículo para Kiko extravasar sensibilidade e bom gosto em solo de piano sem acompanhamento." (José Domingos Raffaelli, em agosto de 2002)






Ficha Técnica

Artista: Kiko Continentino
Nome do CD: O Pulo do Gato
Gravadora: Niterói Discos
Ano: 2002

Realização: Prefeitura de Niterói - Secretaria Municipal de Cultura - Fundação de Arte/FAN

Produção Musical: Kiko Continentino
Produção Executiva: Fábio Motta
Arranjos: Kiko Continentino

Estúdio: Castelo Studios e EG Studio
Mixagem: Fábio Motta, Kiko Continentino e Luís Cláudio Coutinho
Ilustração de capa: Kity Amaral
Design: Cassiana Rangel
Fotos: Lincoln Continentino Filho

Músicas

01. Universos (Kiko Continentino e Jorge Continentino)
02. Soul Niterói (Kiko Continentino)
03. Mr. Saxhophone (Kiko Continentino e Jorge Continentino)
04. Nuances (Kiko Continentino)
05. Bom Partido (Kiko Continentino)
06. Despedida (Kiko Continentino)
07. Samba Dorival (Kiko Continentino)
08. Ladies (Kiko Continentino)
09. Vestígios (Kiko Continentino)
10. O Pulo do Gato (Kiko Continentino)
11. Pianíssimo (Kiko Continentino)




Ficha Institucional

Prefeitura de Niterói

Prefeito: Jorge Roberto da Silveira
Secretário de Cultura: Marcos Gomes

Fundação de Arte de Niterói

Presidente: Cláudio Valério Teixeira
Superintendente Geral: Ivan Macedo Viana

Niterói Discos

Coordenado de Produção: Paulo Renato Rocha
Assistente de Produção: Talitha Áscoli


MÚSICAS


Tendo atuado em diversas bandas como instrumentista, produtor e arranjador, em seu primeiro trabalho solo instrumental, lançado em 2002, pelo selo Niterói Discos, o pianista e compositor Kiko Continentino mostra uma visão ampla de vários estilos que compõe o seu universo musical. Com uma sonoridade moderna, em "O Pulo do Gato" Kiko passeia pelo jazz, samba, soul e funk, com um swing e uma competência de tirar o fôlego.


Publicado em 02/04/2014