Saudade de uma boa roda de chorinho, né minha amiga, meu amigo niteroiense? Pois vamos nessa reaver esse tempo perdido no necessário distanciamento social por conta da pandemia?

Nas comemorações dos 448 anos da cidade de Niterói, não poderia faltar o "Festival pras Bandas de Cá", da Sala Nelson Pereira dos Santos, que nesta edição traz muito chorinho, com os talentos do conjunto Choro da Confraria, liderado pelo trompetista, Silvério Pontes, da Família Souza e do Grupo Café Brasil.

Silvério Pontes

Trompetista que se dedica exclusivamente à música brasileira e ao Choro, Silvério Pontes, filho de pai trompetista, nascido e criado no Rio de Janeiro. Com oito anos ganhou seu primeiro instrumento e aos 18 anos entrou para Escola de Música Villa Lobos com uma breve passagem pela Escola Nacional de Música. Com uma carreira sólida e marcante, tocou e gravou com músicos importantes da MPB, como Tim Maia (com quem tocou durante 12 anos), Luiz Melodia, Paulinho da Viola, Elza Soares, Francis Hime, Beth Carvalho, Yamandu Costa, Trio Madeira Brasil, entre outros. Com seu parceiro Zé da Velha, por 30 anos, gravou 6 álbuns e participou do lançamento documentário Brasileirinho, no Festival de Cannes.

Família Souza

A Família Souza, trio formado por Ronaldo do Bandolim, seu irmão Rogério Souza (violão) e seu filho Tiago Souza (viola e bandolim), carrega em seu DNA a tradição do chorinho na cidade de Niterói, atuando nesse gênero musical pela cidade desde a década de 1970. Cultuados em Niterói em diversos espaços musicais e solidificando a tradição do chorinho na cidade, o duo de irmãos embalou memoráveis rodas de choro, como a do restaurante Nova Orquídea, na década de 90. Chegando aos anos 2000 o duo ganha novo formato com a participação do jovem bandolinista Tiago Souza. Hoje, em formato de trio, o grupo vem participando de festivais pelo Brasil e pelo mundo, viajando por Estados Unidos e Europa. Em 2020 gravou pelo o DVD de nome "Sangue de bandolim" pela Lei de auxilio emergencial Aldir Blanc.

Grupo Café Brasil

O Grupo Café Brasil é um típico regional de choro composto por Paulinho Bandolim (bandolim), Leo Fernandes (violão de 7 cordas), Felipe Reis (violão de 6 cordas), Phelipe Ornellas (cavaquinho) e Diogo Barreto (pandeiro). Buscando valorizar a essência do gênero, o Café Brasil realiza um trabalho conjunto na concepção dos arranjos, inspirados pelos antigos regionais, principalmente o conjunto Época de Ouro. O próprio nome do grupo é uma citação a dois discos lançados pelo Época de Ouro, Café Brasil 1 e 2. Em 2013, o grupo Café Brasil lançou o seu primeiro disco, "Em Terra de Arariboia" pelo selo Niterói Discos. Com direção musical de Ronaldo do Bandolim, o disco é uma homenagem à cidade natal do conjunto, sendo todas as composições obras de compositores ligados à cidade, a maioria delas inéditas.


SERVIÇO

Chico Batera Trio & convidados
Data: Quinta-feira, 18 de novembro de 2021
Horário: 21h30h
Classificação indicativa: Livre
Entrada Franca para o show (1kg de alimento não perecível)

Local: Sala Nelson Pereira dos Santos
Sala Nelson Pereira dos Santos
Avenida Visconde do Rio Branco, 880, São Domingos, Niterói



A volta dos eventos e o novo normal

Com a pandemia do novo coronavírus e as recomendações de distanciamento social, a cidade tem que se reinventar na realização de eventos. O mês de novembro sempre foi destaque, por conta do aniversário de Niterói. Como repetir uma festa dessa em 2021, com todas as restrições impostas pela pandemia?

A solução criativa, que se tornou parte do novo normal, é organizar a celebração de forma mista, virtual e presencial, em ambientes controlados. Com isso, evita-se aglomerações. A proposta de comemoração do aniversário da cidade em 2021 é a realização de uma série de shows, no Theatro Municipal de Niterói (TMJC) e na Sala Nelson Pereira dos Santos (SNPS). Serão lives de alta qualidade, com transmissão nas redes sociais da Prefeitura de Niterói, levando entretenimento de qualidade para todos os moradores de Niterói, além de divulgar nossa cidade como atração turística e seleiro musical, já que as lives poderão ser assistidas de qualquer lugar do planeta.

A presença de público nos locais respeitará os protocolos de segurança vigentes. A entrada será gratuita - com retirada na SNPS e TMJC -, mas será solicitado ao público que leve um quilo de alimento não perecível para a campanha Niterói Solidária.


Tags:






Publicado em 09/11/2021

"Uma Saudação às Divas" é destaque no palco da Sala Nelson Sábado e Domingo, 13 e 14 de abril
Junior Chicó leva seu StandUp Comedy à Sala Nelson Sexta-feira, 19 de abril
Sala Nelson recebe homenagem a "Rita & Raul" Sábado, 20 de abril
Débora Ondina faz tributo às damas negras do jazz e da bossa nova Quinta-feira, 25 de abril
Yuri Corbal lanla CD na Sala Nelson Sexta-feira, 26 de abril
"Eu odeio Cássia Eller" é destaque na Sala Nelson Sábado e Domingo, 27 e 28 de abril
O infantil Gato de Botas é atração no mês de abril Sábado e Domingo, 27 e 28 de abril
"O Homem Mais Inteligente da História" chega a Niterói Sexta-feira, 05 de julho
Memória: Adriana Calcanhotto inaugura Sala Nelson Pereira dos Santos ENCERRADA