Diante do não comparecimento do síndico a uma reunião de condomínio onde Waldisney trabalha, o porteiro assume o controle da situação em que o público são os moradores. Esse é o enredo da peça que, devido ao grande sucesso nos palcos, virou filme e ganhou os cinemas do Brasil.

Uma das comédias de maior sucesso no Brasil, vencedor do prêmio FITA e indicado ao Prêmio do Humor idealizado por Fábio Porchat, o espetáculo estrelado pelo ator Alexandre Lino, faz única apresentação na Sala Nelson Pereira dos Santos no dia 21 de junho, às 20h.

Com dramaturgia e direção de Paulo Fontenelle, a montagem faz uma grande e divertida homenagem a todos os porteiros do Brasil. Visto por mais de 100 mil espectadores a peça, só no Rio de Janeiro, já cumpriu 15 temporadas com muitas sessões esgotadas. Baseada em histórias reais, Lino, todos os anos volta à cena especialmente para homenagear todos os porteiros, que muitas vezes não são valorizados.

O texto foi montado a partir de depoimentos coletados em entrevistas a vários porteiros nordestinos que deixaram sua cidade natal em busca da realização de seus sonhos. O espetáculo, por essa razão, gerou uma grande empatia e uma relação de pertencimento do público e dos inúmeros porteiros que assistiram à peça em todo país.

"O Porteiro" não é uma peça comum, é uma experiência interativa em que os espectadores são convidados a participar de um grande e divertido encontro de condôminos. A plateia são os moradores deste edifício. E em todas as apresentações a espontaneidade do público torna cada espetáculo totalmente diferente um do outro e uma grande festa acontece nesta reunião coordenada pelo porteiro Waldisney.

Personagem "porteiro" não é novidade para Lino, pois como migrante nordestino considera que esta é uma das possibilidades reais para aqueles que buscam uma chance na "cidade dos sonhos". Mas se na realidade ele nunca exerceu esse ofício nas artes, está se tornando um especialista. Além da peça "O Porteiro", Lino integrou o elenco da série "A Cara do pai", da rede Globo, dando vida ao porteiro Gilmar, viveu outros em publicidade e no filme "Apaixonados". E agora um filme para chamar de seu com grandes estrelas do humor.

"No meio de nossa sociedade existe um Brasil notado por poucos. Um grupo formado por pessoas que apesar de conviver conosco, até frequentar nossa casa e fazer parte de seu dia a dia, é como se não estivesse lá. O espetáculo inverte tudo isso, e são eles, os porteiros, os protagonistas. Com sua irreverência e muito humor, deixam a invisibilidade para apresentar a realidade como um grande parque de diversão. Afinal, invisível não são as pessoas, invisíveis são suas histórias" conclui Lino.


Ficha Técnica

Texto e direção: Paulo Fontenelle
Elenco: Alexandre Lino
Iluminação: Renato Machado
Cenário e figurino: Karlla de Luca

Assistente de direção: Rodrigo Salvadoretti
Preparação corporal e voz: Paula Feitosa
Direção de arte e produção: Alexandre Lino
Produção executiva: George Azevedo
Programação visual: Guilherme Lopes Moura
Fotos: Janderson Pires
Produção: Daniel Porto
Assessoria de imprensa: Fabio Camara
Realização: Cineteatro e Documental Cia
Produção Local: Terceiro Sinal Produções Artísticas


Serviço

Noites de Humor: O Porteiro
Data: Sexta-feira, 21 de junho de 2024
Horário: 20h
Classificação Indicativa: 12 anos
Duração: 90min
Valores: R$ 50 (inteira)
Link para o evento no site da Sympla

Local: Sala Nelson Pereira dos Santos
End: Centro Petrobrás de Cinema, São Domingos
Capacidade: 491 lugares


Tags:






Publicado em 27/05/2024

O infantil "Família Encanto" entra em cartaz na Sala Nelson Sábado, 27 de julho
Suzy Brasil apresenta "Made in Brasil", na Sala Nelson Sábado, 27 de julho
Carlos Mauro passeia por sua carreira na Sala Nelson Domingo, 28 de julho
Memória: Adriana Calcanhotto inaugura Sala Nelson Pereira dos Santos ENCERRADA
Memória: Sala Nelson recebe Paulinho Moska e os Violões Fênix ENCERRADA
Memória: Emicida apresenta AmarElo na Sala Nelson Pereira dos Santos ENCERRADA
A Sala Nelson Pereira dos Santos