Tombamento municipal em 30/12/1997
Processo 110/014/1997 - Lei 1.628/97

Rua Barão de Mauá, 322 - Ponta d'Areia

O conjunto tombado é da década de 1930, numa época em que os cortiços - unidades habitacionais simples para famílias de baixa renda - já haviam sido banidos por lei, porém para camuflar sua existência foi constrído com o nome de "quartos de alugar".

O imóvel compreende as unidades de números I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX e X da vila número 322, com banheiro e lavanderia coletivos. Cada unidade tombada se constitui de um único cômodo, construído em alvenaria de tijolos maciços revestidos por argamassa, com uma porta e uma janela de madeira e caixilharia de vidro eveneziana. O seu interior é bastante simples: paredes lisas sem decoração e forro de madeira do tipo saia e camisa. A cobertura de telhas francesas apresenta um leve beiral sustentado por mãos francesas de madeira, localizada acima de um inusitado friso.





Publicado em 10/10/2013