Clique para ampliar
Designer, Artista Visual e Ilustradora, Luciane Valença trabalha com comunicação visual há mais de 10 anos. Nascida em 1975, em Niterói, a artista é fundadora do Atelier Valença & Arts, e vem se destacando no cenário artístico nacional com um estilo único e a vontade de realizar trabalhos viscerais, com inserção vital em sua arte.

Ganhadora de vários prêmios, já assinou capas de editoriais, cadernos e livros. Em 2008, criou a ilustração da capa do livro "O Ciclo do Tempo", de Simone Boger, publicado pela Editora Brahma Kumaris. Em 2010, resolveu trocar as cores do Pantone e o Photoshop pelas tintas acrílicas e pincéis, utilizando materiais recicláveis em sua primeira exposição, “Atelier de Portas Abertas”.

Em seu blog de arte "Design e Arte Visual", Luciane propõe uma troca e disseminação da arte, através de suas impressões e divulgação de trabalhos de vários artistas em seus mais variados estilos.

Luciane vive sua arte com plena modernidade. Suas influências, perceptíveis em seus traços, decorrem de um estilo de vida. Passa do Art Noveau, Futurismo ao Fauvismo, criando um estilo único, onde suas cores saltam em curvas. Sempre misturando o mesmo traço do pincel em matizes que parecem não ter um começo ou fim, demarcadas por linhas firmes e contrastes de luz e tons.

Figurações e histórias que nos convidam a uma realidade fantástica de um mundo muito particular. Mundo de beleza plástica com profundidade que nos leva a refletir acerca das emoções, do cotidiano, de tudo que faz parte da psique. Luciane traz aos amantes da boa pintura novidades maturadas advindas de inspirações, aspirações, desejos, idiossincrasias e emoções próprias. Faz parte de uma geração de talentosos artistas dispostos a se entregar em revolução estética com intento único de demolir comodidade na criação.

Em suas pinturas, a artista utiliza elementos, mínimos, simples, numa forma de arte minimalista. Tomando figuras, rostos, enquadramentos muito próximos, como o "close-up", fragmentos, detalhes: um olho, a boca, dois rostos que misturam o mesmo traço do pincel em matizes que parecem não ter um começo ou fim. Sua arte é analítica, e, através da figuração, representa emoções e paixões viscerais, trazendo um mundo de beleza plástica com profundidade que nos leva a refletir acerca das emoções, do cotidiano, de tudo que faz parte da psique.

Suas influências perceptíveis em seus traços decorrem de um estilo de vida, de influências culturais e sobretudo de uma sensibilidade feminina e muito particular, que passa por suas vivências, a relação com o corpo e a alma da mulher moderna. Modernidade que não permite desperdícios e que através da reciclagem de materiais desenvolve a arte, a crítica e o senso estético da plástica nossa de cada dia.





Olhares sobre o trabalho de Luciane Valença

Uma pintura só está terminada, se manifesta e se expõe quando o próprio quadro, esta obra pictórica, decide. É o próprio quadro que diz quando está pronto seu desfecho, e desprende-se do artista que nele vem trabalhando para ser uma obra em si mesma, livre, enfim, de toda intervenção do criador. Agora, será a vez da intervenção do espectador – o artista como seu primeiro espectador, ou talvez não, porque o trabalho pictórico o "cegou".

Clique para ampliar
Porém, ainda não acabou, existe outra história. O quadro pictórico, a obra de arte, não é nem o resultado final nem o seu processo de elaboração. Desde a primeira pincelada sobre a tela, a madeira ou papel, o quadro tem um caminho a percorrer. Um processo, esse, sim, é a criação artística que aponta para o objeto acabado, o quadro: “a work in process”.

A obra pictórica de Luciane nunca está fechada, embora que, peça a peça, se torna acabada. Sua obra, em sentido global e desde sua perspectiva conceitual e de elaboração no processo artístico, em termos históricos, se abre continuamente a novas obras, a novas propostas, ao surgimento de novas realidades estéticas que seguirão o mesmo caminho de novas aberturas. Podemos perceber isso muito bem em suas criações. Fotografias com diversos momentos evolutivos de seu processo de elaboração da artista.

Cada momento, como no desenrolar da vida, tem valor em si mesmo, porque é um instante – uma instantânea fotográfica – de uma pintura. A artista e, sobretudo, a própria pintura, sabe que não, que ainda não se chegou ao seu final, que está a caminho. Assim, a cada momento do processo, momentos aleatórios e ao mesmo tempo dependentes do acaso objetivo, tão semelhante à "necessidade". Por isso, não compreendemos, não nos serve, não existe, sem o próximo e os anteriores. Sendo assim, temos o privilégio, em várias séries fotográficas, de ver o processo pictórico como um todo, ainda que em síntese.

Luciane Valença trabalha de forma pensada, e ao mesmo tempo improvisada e nascida dos desejos do inconsciente, é uma constante em seu processo pictórico. Único, individual e irreproduzível, que leva seu título, sua assinatura, data, marca da artista e cessão ao mundo da arte, ao espectador, à sala de exposições, ao colecionador, a quem gosta de possuir obras artísticas. Se por acaso a artista se negasse a negociar suas obras, voltaria às mãos de quem o pintou e iniciou este movimento da cor e da forma. Ou seja, a inversão do seu processo de trabalho.





Artes Visuais:

2006 a 2012 – Designer e Ilustradora na empresa Petrobras Distribuidora
2008 a 2011 – Assinou as ilustrações da Capa dos cadernos do RH da Petrobras Distribuidora
Ago/2008 – Ilustração para a capa do livro "O Ciclo do Tempo" de Simone Boger (Ed. Brahma Kumaris)
Dez/2008 – Ganhou o prêmio "Destaque RH" pela criação da Identidade Visual do
Programa de Ambientação de Novos Empregados da Petrobras Distribuidora.

Exposições:

Exposição Cósmicas – Instituto Cultural Germânico – Niterói – Brasil – Jul/2015
Exposição Mais Amor Por Favor- Centro de Dança Niterói – Niterói – Brasil – Out/2014
Exposição Sinuoses – Sala de Cultura Leila Diniz – Niterói – Brasil – Agosto/2014
Exposição 1 blues pra 2 – Café dois quatro sete – Rio de Janeiro – Brasil – Jan/2014
Exposição Multiversos – Estrebaria Pub – Niterói – Brasil – Nov/2013
Exposição Multiversos – Músicas e Pinceladas – Aliança Francesa – Niterói – Brasil – Abri/2013
1° Salão de Artes Visuais Centro Cultural Franco Germânico – Niterói – Brasil – Fev/2013
Exposi Art et de la Fraternité – Aliança Francesa- Niterói – Brasil – Mai/2011
2º Atelier de Portas Abertas – Atelier Valença e Arts- Niterói – Brasil – Out/2010
1º Atelier de Portas Abertas – Atelier Valença e Arts – Niterói – Brasil – Nov/2010





Publicado em 01/09/2013
Museu Antônio Parreiras