Cantora autodidata, Rita de Cássia Eira Mansur nasceu em Niterói, RJ, em 13 de junho de 1959. É formada em Psicologia pela Faculdade Maria Thereza, Niterói, 1982, mas deixou os consultórios para se dedicar à música. Embora tenha estudado piano clássico, foi a MPB que a conquistou. Em seus shows, sempre fez questão de privilegiar os grandes compositores brasileiros, como João Bosco, Ivan Lins, Chico Buarque, Cartola e Altay Velloso, entre outros.

Iniciou sua carreira se apresentando no Caribe e Europa – incluindo França, Suíça, Áustria, Itália, Dinamarca, Alemanha e Bélgica –, trabalhando em companhias folclóricas, centros culturais, casas noturnas e clubes de jazz.

De volta ao Brasil, fez todo o eixo Rio-Niterói se apresentando nos espaços Laura Alvim, Mistura Fina, Casa de Cultura Laura Alvim, People, Bistrô do MAC, entre outros, além de ter dividido o palco com nomes como Leni Andrade, Fátima Guedes, Roberto Menescal, Nara Leão, João Nogueira, Luiz Ayrão, Moreira da Silva, Carlos Lira e Gilson Peranzetta, confirmando sua categoria como intérprete.

Em seu primeiro disco gravado pelo Selo Niterói Discos, em 1992, incluiu grandes nomes da MPB, como Aldir Blanc, Moacir Luz, Altay Veloso. Lançado quando a cantora completava dez anos de carreira, o disco traz à tona uma aproximação bem intensa com o jazz. Essa relação é relevada especialmente nas faixas "Por um triz" e "Menino galante".

Em 1998, a artista cantou na reinauguração do Salão Dourado e, entre os anos de 2000 e 2002, fez algumas temporadas em Milão – Itália e no Caribe, onde já tinha seu trabalho reconhecido por ter sido o primeiro lugar fora do Brasil que se apresentou. Nos anos seguintes, Rita fez apresentações no Brasil Botequim, no Bistrô Hosken – cantando Chico Buarque, no Bar na Estrada, no Bar Mãe de Água e no Teatro do SESC cantando “Divina Elizete”.

Apresentou-se também em shows no Teatro Municipal João Caetano e no Teatro da UFF - Niterói, no Bay Music – Niterói, além de ter participado de edições do Projeto Música no Campo, São João das Artes, Cultura na Praça e MPB São Domingos, da Fundação de Arte de Niterói.

Participou de shows e apresentações em prol de campanhas beneficentes, como o “Projeto Contra a Fome”, da TV Educativa, 1993, e o show para os Sem-Terra, na Concha Acústica de São Domingos - Niterói, 1997. Também fez parte de programas da CNT e rádios MEC, JB e Roquette Pinto. Em 2004, Rita foi indicada ao Projeto Pixiguinha.






Publicado em 05/11/2013
Museu Antônio Parreiras