(Memória, 24 de dezembro de 1990)

Neste final de ano de 1990, a Direção do Solar do Jambeiro vem a publico agradecer a inestimável colaboração que recebeu de todos aqueles que respeitam, amam e dignificam o patrimônio cultural brasileiro, no encerramento de suas atividades deste ano, bem como da bela e magnifica exposição denomina da MEMORIAS DE UMA ÉPOCA", aberta ao público desde o dia 22 de novembro, evento este que carinhosamente retratou os aspectos da vida social e cultural fluminense de fins do século passado até as primeiras décadas de 1900.

Com a apresentação de fotos, objetos, mobiliários, música e, inclusive os primeiros carros movidos a motor, tudo dentro de um cenário por si mesmo autêntico deste saudoso período, o Solar do Jambeiro marcou novamente, como sempre, a sua presença indiscutível nos meios culturais da Real Cidade de Nictheroy, em homenagem aos seus 417 anos.

Recebendo uma visitação constante e interessada, tanto de própria comunidade niteroiense, como de outras cidades, estados e mesmo do exterior, ficou consignado mais uma vez ser este monumento da maior importância para todos aqueles que sabem reconhecer e apreciar o valor histórico e artístico de um bem tombado e por isso mesmo registrado nos Livros do Tombo do Instituto Brasileiro do Patrimônio Cultural.

Infelizmente, em passado recente, este Solar, dirigido erroneamente por total falta de conhecimento e compreensão, quase foi desvirtuado de suas verdadeiras metas no sentido absoluto de sua grandeza, dignidade e tradição.

Mas em tempo tudo passou e o Solar do Jambeiro caminha novamente em direção firme em prol da mobilização e atenção as finalidades culturais e revitalizadoras de um patrimônio deste pais que deve ser protegido e defendido pela própria comunidade.

Aproxime se o Natal e o Fim do Ano! Novamente tempo de reflexão, de confraternização, de amor e principalmente de agradecimento. A Direção do Solar, portanto, nesta data magna, apresenta o seu reconhecimento a todos aqueles que se colocaram ao lado de defesa e do respeito à cultura deste pais aproveitando para repetir a tão profunda e sabia frase pronunciada pelo inesquecível Gilberto Freyre, amigo a frequentador deste Solar.

"Este Solar, que vem sendo carinhosamente conservado, é um desafio a todos os brasileiros de hoje. Pois não pertence à cidade de Niterói, ao Estado do Rio de Janeiro, e sim ao Brasil sensível às belezas de seu passado sob forma das casas grandes maternalmente brasileiras. "

FELIZ NATAL E BOM ANO NOVO!


Lúcia Falkenberg
Diretora-Presidente





Publicado em 06/05/2021
Solar do Jambeiro apresenta 9° ciclo de leituras dramatizadas Quinta, 30 de junho
"Brinque Lendo" acontece no jardim do Solar do Jambeiro Sábado, 02 de Julho
Solar do Jambeiro recebe um "Piquenique Literário" Domingo, 03 de Julho