Sob a direção de Lenora Mendes e Marcio Selles e produção de Alexandra Seabra, a Orquestra de Cordas da Grota conta hoje com mais de 200 alunos de flauta, violino, viola, violoncelo, flauta transversa e percussão.

Seus membros encantam plateias seletas, não apenas pela precisão com que executam peças de Bach, Haendel e Vivaldi, mas também pela irreverência com que combinam a música clássica com instrumentos modernos de percussão e cordas, em releituras empolgantes de clássicos da MPB.

A Orquestra foi criada em 1995, a partir do trabalho voluntário de Dona Otávia Selles, seu filho Márcio Selles e sua nora Lenora Mendes, que queriam oferecer a crianças e jovens da Grota do Surucucu uma oportunidade de desenvolvimento humano e social através de formação musical. Não demorou para que o talento e a dedicação dos jovens transformassem o projeto social em um trabalho musical de valor reconhecido.

Em 2006, a convite da Brazil Foundation, os seis jovens que iniciaram o Projeto Grota foram representar a Orquestra no IV Annual Gala, um jantar beneficente em Nova Iorque. Em 2008,o conjunto realizou uma turnê pela América Central a convite do Itamaraty, apresentando-se no Panamá, Costa Rica, El Salvador, Nicarágua e Belize.

Em 2010, ao completar 15 anos, a Orquestra gravou seu terceiro CD. Ao receber o Título de Patrimônio Imaterial da Cidade de Niterói, apresentou uma série de concertos, retribuindo e divulgando para o público niteroiense a homenagem recebida.

Contando com mais de duas décadas de trajetória, a Orquestra de Cordas da Grota comemora seu sucesso com mais de vinte integrantes formados no nível superior, além de viagens internacionais e apresentações regulares em salas de concerto, teatros, escolas e igrejas de todo o Estado do Rio de Janeiro.






Publicado em 0000-00-00
Museu Antônio Parreiras