O Museu de Arte Contemporânea recebe de 1 de setembro a 2 de dezembro de 2001, a exposição "Tempo", do artista Rubens Gerchman. Nesse projeto, que ocupa o Salão Principal e a Varanda do MAC, o artista mostra a sua obra política produzida entre 1965 e 1979. A exposição destaca trabalhos relevantes para a formação do movimento da Nova Figuração (ou Neofigurativismo), em meados dos anos 60, como Lindonéia e Caixas de Morar.

O Neofigurativismo, também designado por Nova Figuração, é um movimento artístico no campo da pintura, desenvolvido a partir de 1960. Procurava a representação de figuras reconhecíveis e adotava muitas vezes uma complexa estrutura narrativa e um desenho denso que transmitia o imaginário pessoal do artista. Esta tendência coletiva afirma-se num momento em que decresce a importância artística do gestualismo e do Expressionismo Abstrato, cada vez mais criticados por se terem transformado numa nova forma de academismo.

Rubens Gerchman (Rio de Janeiro, 10 de janeiro de 1942) é um artista plástico brasileiro, ligado a tendências vanguardistas como a pop art e influenciado pela arte concreta e neoconcreta. O artista usa ícones de futebol, televisão e política em suas obras. Iniciou sua aprendizagem artística em 1957, quando cursou aulas noturnas de desenho no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro. No ano seguinte, começou a trabalhar como programador visual em revistas e casas editoras cariocas, atividade que desenvolveu por cerca de oito anos. Em 1960, matriculou-se na antiga Escola Nacional de Belas-Artes, onde estudou xilogravura com Adir Botelho, mas decidiu se afastar do curso no ano seguinte.

Em 1964, exibiu sua primeira mostra, de desenhos e litografias, na Galeria Vila Rica. Entretanto, somente no ano seguinte realizaria uma individual de repercussão, na Galeria Relevo, quando começam a surgir os temas urbanos que iriam caracterizar nos próximos anos sua pintura. Passou a se destacar como um dos principais representantes da vanguarda carioca, quando participou, em 1965, de Opinião 65 no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Em 1967, foi premiado no Salão Nacional de Arte Moderna com uma viagem ao exterior e assim permaneceu Em New York, USA, por quatro anos (1968-1972) onde expôs e ampliou sua base cultural.

Também participou, com uma série de casas-roupas, do Fashion Show Poetry Event, mostra idealizada por um grupo de jovens poetas americanos, que contou com a participação de Andy Warhol, Les Levine e Robert Plate. De volta ao Brasil, participou de diversas mostras coletivas de artistas brasileiros de vanguarda. Foi co-fundador e diretor da revista de vanguarda Malas artes (1975-1976) e dirigiu com sucesso a Escola de Artes Visuais - INEART do Parque Lage, Rio de Janeiro (1975-1978). Em 1980, Expôs, no Rio de Janeiro, a série Registro policial e, em 1982, fez uma nova viagem ao exterior, a convite do Deutsche Akademischer Austauschdienst Künstler Program, permanecendo cerca de um ano em Berlim como artista residente. Em 1989, expôs em São Paulo a série Beijos, numa individual em que lançou o livro Rubens Gerchman, sobre seus trinta anos de pintura. Gerchman tem participado de eventos em muitas capitais e cidades do Brasil e do exterior como Joinville, Porto Alegre, Salvador, João Pessoa, Paris, Buenos Aires, Tóquio, Nova Iorque, Londres, México, Toronto, Washington, Lisboa, Berlim, etc. Modernista e ativista, alguns críticos chegam a lhe classificar como popular ou popularesco.


Serviço:

"Tempo", de Rubens Gerchman
Curadoria: Rubens Gerchman
Local: Salão Principal e Varanda
Abertura: 1 de setembro de 2001
Visitação: 1 de setembro a 2 de dezembro de 2001

Museu de Arte Contemporânea - MAC
Endereço: Mirante da Boa Viagem, s/n – Niterói RJ
Informações: 21 2620 2400 / 2620 2481

Tags:






Publicado em 12/03/2015

MAC apresenta 'Cinco convites a um levante', de Alex Frechette De 02 de março a 12 de maio de 2024
MAC como Obra de Arte ENCERRADA
Ocupações/Descobrimentos Antonio Manuel e Artur Barrio ENCERRADA
Arte Contemporânea Brasileira Coleções João Sattamini e MAC de Niterói ENCERRADA
Detalhes e iluminação que fazem a diferença no trabalho de Magno Mesquita Leia mais ...
No MAC Niterói, "Visões e (sub)versões - Cada olhar uma história" ENCERRADA
Estratégia: Jogos Concretos e Neoconcretos ENCERRADA
Exposição "A Caminho de Niterói", no Paço Imperial ENCERRADA
Exposição '!Mirabolante Miró!' no MAC Niterói ENCERRADA