Nova exposição do Museu de Arte Contemporâna traz potência artística de Nicolas Henry para Niterói

Numa mistura entre instalações plásticas e retratos fotográficos, a natureza e a sua beleza espiritual são os temas da nova exposição do Museu de Arte Contemporânea de Niterói (MACNiterói). Badjines, Os Espíritos da Natureza (Les Esprits de la Nature), de Nicolas Henry, abre para o público no domingo, dia 11 de dezembro, apresentando a potência de Casamansa, do Senegal.

Com 12 fotos sobre tecido de 120 x 180 cm, a expo 'Badjines' encanta quem passa pelo pátio do MAC. As instalações que compõem a mostra são fruto de uma residência que o artista Nicolas Henry vivenciou em Casamance, uma região do Senegal localizada ao sul da Gâmbia e a norte da Guiné-Bissau. A mostra fica em cartaz até 26 de fevereiro de 2023.

O fotógrafo encontrou refúgio nos vales selvagens de Bretagne, ao atravessar menires, dólmens e lagos de fadas para dar vida às crenças perenes e telúricas das florestas de Huelgoat e dos vales perdidos de Borderhouat. O artista ainda encontrou um estábulo com centenas de cavalos na floresta de Moulières, e o seu caminho se estende pelos quatro cantos dos nossos territórios.

Nas imagens, o público encontra uma mistura de elementos, como sementes, conchas e troncos, que carregam consigo grande significado nas crenças e rezas. Quando perguntou à sua equipe Diola como qualificar as imagens feitas em conjunto, falaram-lhe sobre espírito, o espírito do céu, da terra ou do mar. O que, para Nicolas Henry, reflete os sonhos e a metáfora de uma harmonia com a natureza é para eles a materialização de espíritos vivos a serem honrados, cultivados e invocados em diferentes momentos da vida.





Nicolas Henry, designer de iluminação, cenógrafo e fotógrafo francês, é graduado pela Beaux-Arts de Paris e pela École Nationale Supérieure d’Art de Paris-Cergy. O artista foi treinado na indústria cinematográfica como diretor de cinema no Emily Carr Institute of Art and Design em Vancouver, Canadá. Após uma carreira como designer de iluminação e cenógrafo em entretenimento (música, dança contemporânea e teatro), ele viajou o mundo por três anos como diretor do projeto '6 bilhões de outros', de Yann Arthus-Bertrand. Henry, então, embarcou, em tempo integral, em seu trabalho fotográfico pessoal, viajando pelo mundo para produzir séries que misturam instalações plásticas e fotografia. As séries produzidas em todo o mundo pelo artista, os seus contos fotográficos e as suas instalações monumentais são o teatro de universos oníricos construídos por comunidades inteiras, que testemunham os seus compromissos solidários, humanistas e ambientais.

A exposição é patrocinada pela Aliança Francesa de Niterói que, há 55 anos, promove eventos culturais a fim de fomentar o diálogo entre as culturas francesa e brasileira, com intuito de abrir fronteiras ao entendimento da diversidade do mundo atual.


Serviço

Evento: exposição 'Badjines, Os Espíritos da Natureza', de Nicolas Henry
Data: de 11 de dezembro de 2022 a 26 de fevereiro de 2023
Horário: 9h às 18h
Evento gratuito
Classificação indicativa: livre

Local: Pátio do MAC Niterói
Endereço: Mirante da Boa Viagem, s/n - Boa Viagem, Niterói








Publicado em 14/12/2022

MAC apresenta 'Cinco convites a um levante', de Alex Frechette De 02 de março a 12 de maio de 2024
MAC como Obra de Arte ENCERRADA
Ocupações/Descobrimentos Antonio Manuel e Artur Barrio ENCERRADA
Arte Contemporânea Brasileira Coleções João Sattamini e MAC de Niterói ENCERRADA
Detalhes e iluminação que fazem a diferença no trabalho de Magno Mesquita Leia mais ...
No MAC Niterói, "Visões e (sub)versões - Cada olhar uma história" ENCERRADA
Estratégia: Jogos Concretos e Neoconcretos ENCERRADA
Exposição "A Caminho de Niterói", no Paço Imperial ENCERRADA
Exposição '!Mirabolante Miró!' no MAC Niterói ENCERRADA