Márcio Paes Selles, cantor e regente coral, nasceu a 23 de setembro de 1955, em Guaratinguetá - SP. Formou-se em História, pela UFF, 1979, e no curso de Master of Fine Arts, do Sarah College de Nova York, EUA, 1989. Estudou canto com Sheila Schonbrum; viola da gamba com Judith Davidoff; música medieval e renascentista com La Noue Davenport enotação original e canto gregoriano com Alexander Blachly, além de ter tido aulas com Pierre Hamon, Marcel Peres e Monique Zanneti.

Participou da Oficina de Música de Curitiba, Festival de Juiz de Fora e dos Encontros UFF de Música Antiga, 1992 e 1993. Chegou a dirigir os coros da Escola Nossa, Niterói, o Coro Infantil da UFF e é fundador da Orquestra de Cordas da Grota, onde atuou desde 1995 ensinando flauta doce e violino às crianças e jovens da comunidade. Com a Orquestra de Cordas da Grota excursionou pelo norte de Portugal, em 2001, e pela América Central, em 2008. Também chegou a ser chefe do setor de música do Centro de Artes da UFF.

Dentre os grupos dos quais participou, destacam-se o “Longa Florata”, com Lenora Pinto Mendes, Leonardo Loredo e Sônia Leal Wegenast; “Música Antiga da UFF”, com Lenora Pinto Mendes, Mário Orlando, Leandro Mendes, Peri Santoro, Kristina Augustin e Virgínia Vander Linden, de 1981 a 1997; “Music for While”, com La Nove Davenport e Scheila Schombrum, 1987 e 1989; “Anônimus”, com Mário Orlando, Sula Kossatz e Sérvio Túlio, 1989 e 1997; e “Caliope”, com Júlio Moretzohn, Ronaldo Lopes, Rita Cabus, Magdalena Neri e Malu Lafetá, 1994 e 1995.

Entre as apresentações de que participou, distinguem-se as realizadas na Phylis Kind Gallery, Nova York, 1987; Synphonie Space, Nova York, 1988; Hopper House, Nyack, NY, EUA, 1988; Teatro Municipal de Ouro Preto - MG, 1990; Teatro da UFF, Niterói, 1991 e 1992; Sala Cecília Meirelles, Rio de Janeiro, 1995 e 1996; Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, Rio de Janeiro, 1995; e Cine Arte UFF, Niterói, 1997.

Participou das gravações dos títulos “Fernando Pessoa”, 1985; “Cantares de amor, suspiros e cuydados”, Niterói Discos, 1992; Lope de Vega, poesias cantadas, Sony Music, 1995; e “Cânticos de amor e louvor”, ENEEME, 1997. Colaborou nas gravações dos vídeos Blow thy horne hunter e Pastime with good company, realizados pelo Núcleo Audiovisual- AV da UFF.

Com o grupo de Música Medieval Longa Florata gravou os CDs "Annua Gaudia", com músicas medievais do Caminho de Santiago e "Rahelica", com músicas sefaraditas. Ainda pelo mesmo grupo, em 2002 realizou a trilha sonora do documentário "Caminhos da Memória - trajetória dos Judeus em Portugal” e, em 2003, realizou uma série dez apresentações em várias cidades do norte de Portugal (Guimarães, Viana do Castelo, Porto, Barcelos Fafe, Mondin de Basto, Paços de Cerveira e Vieira do Minho) com o programa "Música na corte de D. Manuel I".






Publicado em 0000-00-00
Museu Antônio Parreiras