Do fotojornalismo ao abstracionismo, o fotógrafo Zalmir Gonçalves expõe sua arte no CCPCM

Imaginação em Foco, primeira mostra de Zalmir Gonçalves (1938-2017), unindo arte abstrata e fotografia, é uma oportunidade perfeita para apreciar detalhes da vida orgânica com formas difusas, em sutilezas nunca reveladas. Imagens de lagos e poças d'água, onde refletem formas flutuantes submersas com impressões sensíveis e efeitos de cores surpreendentes, poderão ser vistas a partir de quinta-feira, 13 de março de 2003, no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno (CCPCM), em Icaraí.

Depois de 42 anos atuando nas redações dos principais jornais cariocas, cobrindo do social às grandes tragédias do dia-a-dia, Zalmir está há cinco anos fotografando obras de restauração de diversos prédios pertencentes ao Patrimônio Histórico de Niterói entre eles, a Igreja de São Lourenço dos Índios e o Palácio Araribóia.

Segundo o fotógrafo, foi no Solar do Jambeiro que descobriu detalhes já existentes, mas que passavam despercebidos ao seu olhar. "Sem usar nenhuma técnica especial, fui fotografando o natural desconhecido, usando um pouco da imaginação. Cliquei, literalmente, a vida orgânica", conta o artista.

Estilo De acordo com o ex fotógrafo de O Fluminense, de 64 anos, a idade contribuiu para a mudança de estilo. "Não tenho mais pique para subir morro e correr atrás de um ângulo difícil para garantir a melhor foto. Além disso, fotografar artisticamente é tranquilo e prazeroso", ressalta o profissional e, agora, artista. Quanto à distinção entre as categorias, Zalmir faz questão de explicar: "De forma artística, posso procurar a melhor luz, dar um toque especial; caso eu não consiga o efeito que quero, volto e faço outra. O fotojornalismo é muito mais dinâmico. Se perder o fato, não tem a próxima vez".

As 26 obras da mostra Imaginação em foco - que não é toda composta por fotografias abstratas - são repletas de formas flutuantes com feixes luminosos, sob águas, crepúsculos infinitos e negros eclipses. Boa parte da arte exposta é construída através de imagens conhecidas do cotidiano. "Mais de uma vez, tive a surpresa de encontrar na natureza imagens fidelíssimas às captadas por mim, coisa que não teria explicação não houvesse um pouco de inspiração divina na arte fotográfica", completou Zalmir.

Tragetória profissional

O fotógrafo Zalmir Gonçalves começou a expor seus trabalhos no início da década de 70 e trabalhou nos principais jornais do Estado do Rio. Colecionador de prêmios na categoria, levou a melhor em 2001, na Bienal da Fotografia, pela Associação Brasileira de Arte Fotográfica (ABAF).

Fotógrafo exclusivo do concurso Miss Estado do Rio, entre os anos de 1964 e 1969, ele já realizou 29 exposições individuais e 12 coletivas. O artista tem, ainda, 51 participações em concursos nacionais e internacionais e é fundador e primeiro presidente da Sociedade Gonçalense de Fotografia.

Zalmir lembra com irreverência de sua primeira exposição, em parceria com um amigo, em 1972. "A mostra só ficou em cartaz três dias, na Praça Vital Brasil, em um estande da prefeitura. O prefeito mandou retirar por achar as poesias expostas subversivas demais", conta, às gargalhadas.

De Rafaela Vivas para O Fluminense


SERVIÇO

Exposição "Imaginação em Foco", de Zalmir Gonçalves
Data: De 13 de março a 16 de abril de 2003
Abertura: 13 de março de 2003, quinta-feira, às 19h
Horário: terça a sexta 13h às 18h, sábado e domingo 10h às 18h
Gratuito

Local: Centro Cultural Paschoal Carlos Magno
Rua Lopes Trovão, s/nº - Campo de São Bento - Icaraí
Tel: 2610-5748


Tags:






Publicado em 12/05/2021

Mostra "Inventário das Desutilidades" entra em cartaz no CCPCM De 06 de abril a 05 de maio
Apresentação da Chamada Pública do CCPCM ENCERRADA
Mostra movimenta o Paschoal De 18 e 23 de agosto de 1998
Niterói de Ontem e de Hoje em mostra fotográfica no CCPCM Leia mais ...
Telas de Milton Eulálio, em exposição no CCPCM Leia mais ...
CCPCM abre exposição coletiva 'Gravadores e Escultores' Leia mais ...
Thereza Brunet expõe geometria e esoterismo no CCPCM Leia mais ...
No Paschoal, as flores que inspiram Tay Bunheirão Leia mais ...
Encontro com Tay no Paschoal desmistifica criação Leia mais ...