Clique para ampliar.


Chega ao Solar do Jambeiro a exposição "Vintage Apps", trazendo combinações de fotos antigas com textos de aplicativos de relacionamentos. A mostra, do produtor de arte Luiz Sisinno, cria uma representação do homem contemporâneo em conflito com dilemas humanos, como solidão, morte e esquecimento, e pode ser conferida até o dia 28 de junho, com entrada gratuita.

No sábado, 30 de maio, às 16h, haverá uma mesa de debates com o tema “A solidão do homem moderno e os aplicativos de relacionamento; estamos mais distantes ou mais próximos?”; e no dia 27 de junho, também um sábado, às 16h, o artista convida a todos para um café no jardim do Solar.

Clique para ampliar.
Sem fronteiras e em escala sempre crescente, a solidão surge por trás da grande onda de aplicativos de relacionamento. De volta à era analógica, fotos antigas abandonadas ou esquecidas também podem despertar a mesma melancolia observada em contemporâneos tempos cibernéticos. Foi justamente na combinação de ícones representativos da solidão de épocas distintas, mas em atualizado diálogo, que surgiu a ideia da exposição "Vintage Apps". A curadoria é do professor de cinema da Universidade Federal Fluminense (UFF) e doutor em Estudos Cinematográficos pela New York University, João Luiz Vieira.

São 20 trabalhos produzidos a partir de fotos antigas, algumas da família do autor e outras garimpadas em feiras de antiguidade. Nas imagens, Luiz combina texto de perfis de aplicativos - Facebook, Grindr e Tinder, gravados com a sua rotuladora Sylvapen, um objeto considerado "vintage" e já fora de uso. Esses aplicativos trabalham com a questão da imagem, em geral uma selfie, acompanhada de uma apresentação que sintetiza o objetivo da pessoa. Ela pode ser bem explícita na questão sexual, discreta ou ainda extremamente preconceituosa e excludente. A associação de elementos, aparentemente, sem qualquer conexão, mas carregados de simbolismo, criam uma representação do homem que traz dentro de si ideias, pensamentos e sentimentos que vivem em conflito com a modernidade.

"Vintage Apps" é um retrato contemporâneo do homem que tem toda a tecnologia à sua disposição, mas de certa forma é o mesmo de há cem anos sempre buscando escapar da solidão, da morte e do esquecimento.


O artista

Clique para ampliar.
Luiz Sisinno é formado em Cinema pela UFF e Mestre em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Trabalha como produtor de arte da Rede Globo há 15 anos. Na Rede Globo, atuou na produção de arte em apresentações como O Auto da Compadecida, Chiquinha Gonzaga, O Clone, Coração de Estudante, Sabor da Paixão, Sítio do Picapau Amarelo, Toma Lá Dá Cá, A Vida Alheia, O Dentista Mascarado, O Caçador e Tá no Ar.


Serviço

Exposição "Vintage Apps", de Luiz Sisinno
Data: 08 a 31 de maio de 2015
Horário: Terças a domingos, das 10h às 18h
Classificação indicativa: Livre


Local: Solar do Jambeiro
Endereço: Rua Presidente Domiciano, nº 195, São Domingos
Telefone: (21) 2109-2222





Publicado em 0000-00-00
Solar do Jambeiro apresenta 9° ciclo de leituras dramatizadas Quinta, 30 de junho
"Brinque Lendo" acontece no jardim do Solar do Jambeiro Sábado, 02 de Julho
Solar do Jambeiro recebe um "Piquenique Literário" Domingo, 03 de Julho