Um crime que chocou o país e ameaçou a independência do Poder Judiciário. A morte de Patrícia Acioli, juíza que investigava policiais militares que forjavam autos de resistência, ainda hoje causa comoção. O documentário "Patrícia Acioli, a juíza do povo", que conta a história desse crime, será exibido no Cine Reflexão, no Solar do Jambeiro, na quarta-feira, dia 09 de novembro, às 18h.

Dirigido por Humberto Nascimento, o documentário resgata personagens e memórias, traz imagens e histórias inéditas sobre a magistrada assassinada em 2011 por PMs do 7º BPM (São Gonçalo), em Piratininga, Niterói, onde morava.

Além disso, o filme levanta ainda uma reflexão: o que mudou na política de segurança pública após o crime?

O documentário traz depoimentos das filhas de Patrícia Acioli, que tinha 10 e 12 na época do crime, da irmã da magistrada, de colegas de trabalho, de autoridades como o ex-secretário de Segurança Pública do Rio José Mariano Beltrame, de juízes, desembargadores, de ex-detentos da carceragem de Neves, em São Gonçalo. Outros personagens que contribuíram para o filme foram parentes de um menor infrator que ela adotou, policiais que trabalharam com magistrada e que investigaram o crime, o jurista Técio Lins e Silva, defensores públicos e parentes de vítimas mortas por policiais.

O "Cine Reflexão" é uma parceria entre Niterói Filmes, NuCine e Solar do Jambeiro. A realização é da Secretaria Municipal das Culturas (SMC) e da Fundação de Arte Niterói (FAN).


Serviço

Evento: Cine Reflexão - Patrícia Acioli, a juíza do povo
Data: Quarta-feira, 09 de novembro
Horário: 18h
Classificação Indicativa: 12 anos
Evento gratuito
Capacidade: 40 pessoas

Local: Solar do Jambeiro - Salão Amarelo
Endereço: End.: Rua Presidente Domiciano, 195 - Ingá, Niterói - RJ








Publicado em 04/11/2022

Arte da Feminilidade em debate na Biblioteca Parque Sábado, 22 de junho
Exposição de estudantes de arte chega ao Solar do Jambeiro Até 30 de junho
Solar do Jambeiro: Histórico Leia mais ...