Exu, orixá cultuado em religiões de matrizes africanas, é fortemente ligado à cultura negra do Brasil e à nossa história. Entretanto, apesar de ser considerado o responsável pela abertura de caminhos, essa divindade é estigmatizada como um ser assustador. Terça-feira, dia 29 de novembro, o Solar do Jambeiro recebe às 11h o "Encontro Mojubá - ressignificação e resgate" para debater esse preconceito.

Com o objetivo de estimular e promover a difusão do direito à manifestação religiosa, a roda de conversa foca em evidenciar as tradições das religiões de matriz africana e sua importância cultural, legal e institucional.

Usando como foco a má interpretação de Exu, a roda resgata o verdadeiro significado por trás desse orixá que é confundido com o demônio da religião cristã. Regente da comunicação e dos movimentos, ele é descrito como “mensageiro entre o visível e o invisível" por Luiz Antonio Simas, escritor e pesquisador brasileiro.

"Encontro Mojubá" conta com a mediação de Sônia Ferreira Soares. Membro da Comissão de Direitos Humanos e Assistência Judiciária da OAB-RJ, Soares também coordena o Grupo de Trabalho "Crimes de Ódio e Intolerância" da CDH da OAB-RJ e é conselheira titular do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos do Estado, representando a OAB-RJ.





Entre os participantes, foram selecionados cinco profissionais de diversas áreas:

Felipe Carvalho, subsecretário de Direitos Difusos e Enfrentamento à Intolerância Religiosa de Niterói, trabalha também como educador social em diversidade LGBTQUIA+ e é formado em Segurança Pública e Social pela UFF.

Mariana Rodrigues, procuradora da Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ, trabalha também como conselheira do Programa de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos.

Manu Brasil, mulher negra e militante, é produtora cultural, professora de capoeira, de danças afro e de danças populares. Além disso, Brasil é presidente e fundadora do movimento de mulheres iê, Vice presidente do projeto samba de compadre, fundadora do projeto Samba das Yabás, conselheira de cultura do Conselho Municipal de Niterói.

David Nascimento Bassous, conhecido no mundo da capoeira e entre os fazedores de cultura como Mestre Bujão, tem sua trajetória pautada pela formação acadêmica e pela cultura oral. É especialista em Acessibilidade Cultural pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e mestre em Ciência da Arte pela Universidade Federal Fluminense.

"Encontro Mojubá - Resignificação e resgate" é uma iniciativa do Ilê Asè Togum Alá – Tenda Espírita Nossa Senhora da Conceição, entidade sem fins lucrativos e coletivo cultural, fundada em 1970, no bairro Cubango, em Niterói, e conta com apoio da Secretaria Municipal das Culturas.


Serviço

Evento: Encontro Mojubá - ressignificação e resgate
Data: Terça-feira, 29 de novembro de 2022
Horário: 11h
Classificação indicativa: livre
Evento gratuito
Capacidade: 40 pessoas

Local: Solar do Jambeiro - Salão Amarelo
Endereço: Rua Presidente Domiciano, 195 - Boa Viagem, Niterói








Publicado em 23/11/2022

Arte da Feminilidade em debate na Biblioteca Parque Sábado, 22 de junho
Exposição de estudantes de arte chega ao Solar do Jambeiro Até 30 de junho
Solar do Jambeiro: Histórico Leia mais ...