O documentário mistura entrevistas e performances numa forma de se aprofundar no apagamento social dos corpos negros femininos

O que é ser uma mulher negra no Brasil? Esse é o questionamento que norteia o documentário “Corpos Invisíveis”, da cineasta Quézia Lopes. Sábado, dia 04 de novembro, o Solar do Jambeiro exibe gratuitamente esse filme que aborda temas como ancestralidade, memória coletiva, identidade, maternidade e muito mais.

A partir da experiência pessoal e artística de 11 personagens, a produção se aprofunda no apagamento social dos corpos negros femininos. Por meio de entrevistas e performances, essas mulheres se reafirmam enquanto corpos políticos e dão visibilidade para suas muitas formas de ser, existir e resistir ao passo em que dão luz ao que é ser uma mulher negra brasileira.

Fazem parte do longo das atrizes Danielle Anatólio, Thais Ayomide, Bárbara Assis e Flaviane Damasceno e as entrevistadas Stephanie Ribeiro, Dani Ornellas, Luana Xavier, Carolina Rocha, Dandara Barbosa, Simone Ricco, Danielle Anatólio e Camilla Ribeiro.


Serviço

Exibição de "Corpos Invisíveis"
Data: Sábado, dia 04 de novembro de 2023
Horário: 18h
Evento gratuito
Classificação: livre
Capacidade: 40 pessoas

Local: Salão Amarelo - Solar do Jambeiro
Endereço: Rua Presidente Domiciano, 195 - São Domingos, Niterói - RJ


Tags:






Publicado em 31/10/2023