A Secretaria Municipal de Cultura e a Fundação de Arte de Niterói – FAN promovem uma edição especial do "Palco Niterói Discos", no dia 20 de novembro, às 19h, no Solar do Jambeiro, com a participação de artistas que já gravaram pelo selo. O evento, com entrada franca, faz parte das comemorações dos 440 anos de Niterói.

Instrumentistas e compositores consagrados como Sérgio Chiavazzoli, Kiko Continentino, Marcelo Martins e Marcos Nimrichter vão subir ao palco para apresentar músicas autorais, além de arranjos especiais de clássicos da MPB.

Serão dois trios e um duo. O bandolinista Sérgio Chiavazzoli tocará acompanhado pelos músicos Fabio Lessa (baixo) e Flávio Santos (bateria). O pianista Kiko Continentino dividirá o palco com Rogério Dy Castro (baixo) e Clauton Sales (bateria e trompete). Fechando a noite, se apresentam Marcelo Martins (sax) e Marcos Nimrichter (teclado e acordeon).

De acordo com Luiz Otávio Torreão, diretor da Niterói Discos, os artistas vão se apresentar individualmente, em pequenos shows, e ao final haverá uma grande jamsession, com todos ao mesmo tempo no palco para celebrar a riqueza musical da cidade, qualificando ainda mais o pioneiro selo Niterói Discos, que é referência e o maior selo institucional do país.

Para Marcelo Martins, que fará um pocket show de lançamento do seu CD Do Outro Lado durante sua apresentação no evento, o apoio do selo para os artistas da cidade é super importante. “O apoio que recebi do Selo Niterói Discos me moveu definitivamente à finalização do CD que havia começado e não tinha conseguido terminar. Me deu motivação para a conclusão do trabalho”, declara Marcelo. selo impulsionou meu primeiro trabalho.


Fotos de Leo Zulluh



Sérgio Chiavazzoli

Clique para ampliar
Virtuose do bandolim, Sérgio Chiavazzoli aos 7 anos já participava do grupo de baile formado pela família. Aos 18 anos teve como mestre Sérgio Benevenuto. Fã de carteirinha da música baiana, Chiavazzoli dirigiu o Trio Elétrico Expresso 2222 no carnaval da Bahia e foi um dos criadores do primeiro trio elétrico a rodar Niterói, no início da década de 80.

Desde então encantou-se por outros instrumentos, tornando-se um multi-instrumentista de cordas (violão, viola de 12, viola de 10, violão midi, cavaquinho, bandolim, banjo, guitarra baiana e guitarra).

Tocou com o "menestrel" Oswaldo Montenegro, e com sua guitarra baiana já dividiu o palco com Caetano Veloso, Djavan, Milton Nascimento, Gal Costa, Baby Consuelo, Pepeu Gomes, Elba Ramalho, Lulu Santos, Ivete Sangalo, Daniela Mercury, Dominguinhos, Carlinhos Brown e Margareth Menezes. Desde 1997 faz parte da banda de Gilberto Gil, sendo, atualmente, seu diretor musical, já tendo excursionado com o mesmo por todo o planeta.

Chiavazzoli fez a direção Musical do Encontro Brasil-França, na Bastilha (Paris), que reuniu artistas como Lenine, Gal Costa, Seu Jorge e Jorge Ben-Jor. Gravou em dezenas de CDs e DVDs de vários artistas e lançou em 2002 seu primeiro CD solo pelo Selo Niterói Discos. Projeto iniciado em 2000, "Armando Todas" é uma homenagem a Armandinho, inventor do pau elétrico (aquela guitarrinha baiana).

Parceiro de palco do pianista Marvio Ciribelli, Chiavazzoli também lidera o trio "Mafuá", com o baixista Fábio Lessa e do baterista Flávio Santos.


Kiko Continentino

Clique para ampliar
Kiko Continentino é pianista, compositor e arranjador e há quatorze anos integrando a banda de Milton Nascimento. O último disco do cantor, "Pietá", traz duas parcerias de Kiko com Milton. O músico participou ativamente da concepção deste trabalho, escrevendo inclusive um arranjo de cordas, trompas e flautas, regido pelo maestro Eumir Deodato. Ainda com Milton, participou da temporada do show "Crooner", adicionando alguns arranjos seus aos anteriores, de Wagner Tiso.

Tocou e gravou com muitos dos principais nomes da música brasileira, como Gilberto Gil, Milton Nascimento, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Djavan, Jane Duboc, Leila Pinheiro, Guinga, Leny Andrade, João Bosco, Seu Jorge, Maurício Einhorn, Nivaldo Ornelas, Mauro Senise, Silvio César, entre muitos outros.

Em 2002 lançou pela Niterói Discos o CD "O Pulo do Gato", com a participação especial de Milton Nascimento, Bebeto Castilho (do Tamba Trio), Pedro Paulo (dos Copa 5), Chico Batera, entre outros grandes instrumentistas.

Em 2004, lançou "ContinenTrio", projeto autoral com meus irmãos Jorge e Alberto, em 2008, "Caixa de Música" com o saxofonista Mauro Senise e o guitarrista uruguaio Leonardo Amuedo e recentemente lançou "Makimatrio", com Marcelo Maia, Renato Massa, Ricardo Silveira e Carlos Malta. Com o grupo "Sambajazz Trio", gravou "Agora Sim" (2006) e "Alegria de Viver" (2010). O Trio é formado por Luiz Alves, um dos mais ativos contrabaixistas brasileiros, e o baterista e trompetista Clauton Sales (que, por incrível q pareça, toca os dois instrumentos ao mesmo tempo!).


Marcos Nimrichter

Clique para ampliar
Nascido em Niterói, RJ em 1970, Marcos Nimrichter é pianista, acordeonista, compositor, arranjador, produtor musical, apresentador de TV e professor. Iniciou os estudos de música aos 4 anos na Escola de Música Santa Cecília, em Niterói, onde cursou piano, teoria, solfejo, harmonia e canto coral e onde lecionou anos mais tarde. Estudou harmonia, arranjo e contraponto com professores graduados pela Berklee School of Music. Começou na vida profissional aos 13 anos, tocando em regionais, conjuntos de baile, casas noturnas e bandas instrumentais.

Em 1988 ingressou na Escola de Música da UFRJ, onde se graduou em piano e composição e estudou composição com Guerra-Peixe e Ronaldo Miranda e música incidental com Geraldo Vespar. A partir de 1989, começou a estudar acordeon, de maneira auto-didata. Realizou, em 2000, com o baixista Zeca Assumpção, o projeto "Marcos Nimrichter e Zeca Assumpção revisitam Ravel", no circuito Rio Sesc Instrumental. Nimrichter apresentou e dirigiu, por três anos consecutivos (2009 – 2011), o programa Estúdio 66, do Canal Brasil, onde recebia convidados para improvisações musicais.

Lançou em outubro de 2002 seu primeiro álbum solo, "Marcos Nimrichter", pelo selo Niterói Discos, onde apresenta exclusivamente composições próprias e conta com a presença de grandes nomes da música brasileira, como Marcelo Martins, Carlos Bala, Carlos Malta, Zeca Assumpção, Quinteto Villa-Lobos, dentre muitos outros. Com grande aceitação por parte de público e crítica especializada o disco foi relançado em dezembro/2003 pela gravadora Biscoito Fino, com novo projeto gráfico.


Marcelo Martins

Clique para ampliar
Carioca, o saxofonista, flautista e arranjador Marcelo Martins começou seus estudos de flauta aos oito anos na Orquestra do Instituto Abel, em Niterói. Cursou Teoria Musical no Conservatório de Música do Estado do Rio de Janeiro com a professora Maria Ísis, enquanto fazia aulas particulares com o flautista/sax Renato Franco. Em 1985 iniciou seus estudos de Harmonia Funcional e Improvisação com o professor Sérgio Benevenuto, no método Berklee.

Em 1987, participou, como saxofonista e flautista, das gravações de dois discos, integrando a banda de Claudio Zoli, o que marcou sua incursão no mercado da música profissional. Fez parte, também, no mesmo ano, da banda do cantor Nico Rezende. Entre 1988 e 1993, participou, como músico e compositor, das bandas do baixista Arthur Maia, do baixista Nico Assunção e do guitarrista Ricardo Silveira.

Em 1993, apresentou-se no Free Jazz Festival, em São Paulo, acompanhando Arthur Maia, além de ter participado do disco "Parabolicamará", de Gilberto Gil. Em 1994, integrou a banda de Gal Costa nas gravações e turnês, brasileira e européia, dos discos "O sorriso do gato de Alice" e "Mina d'água do meu canto". Em 1996, participou das gravações do CD "Malásia", de Djavan, e de sua respectiva turnê pela América Latina, EUA, Japão e Europa.

Marcelo gravou "Do Outro Lado", seu primeiro disco solo em 2013, pelo selo Niterói Discos. O disco, que levou quatro anos para ser gravado, trás 10 faixas, nove delas assinadas pelo músico, que agrega à linguagem jazzística alguns elementos brasileiros e de big band.


Serviço:

Palco Niterói Discos – Edição Especial
Com Sérgio Chiavazzoli, Kiko Ccontinentino, Marcelo Martins e Marcos Nimrichter
Data: 20 de novembro, quarta-feira
Horário: 19h
Entrada franca

Local: Solar do Jambeiro
Endereço: Rua Presidente Domiciano, 195, Ingá, Niterói/RJ
Informações: (21) 2109-2222



Clique para ampliar


Tags:






Publicado em 28/10/2013