A Orquestra Sinfônica Nacional da UFF (OSN) se apresentou pela segunda vez, nesta quarta-feira, às 12h30, no projeto "Hora do Almoço", do Teatro Municipal de Niterói. O maestro Marcelo Jardim foi o regente convidado da apresentação que constou no programa a "Abertura Brasileira", de Edino Krieger, "Suíte CP 200 para Sopros e Percussão (Organum, Ricercare e Finale)", de Edson Beltrami, "Sinfonietta Prima (Allegro con Brio, Lento Assai, Marcha-Rancho e Vivace)", de Ernani Aguiar, e "Sons do Brasil", de Hudson Nogueira.

O maestro falou sobre a apresentação e destacou a importância da valorização cultural da música brasileira. "A orquestra tem uma tradição muito forte na representação da música brasileira. Esse convite é importante pra valorizar essa tradição. Fico feliz em contribuir com esse trabalho", comentou.



A orquestra sinfônica que é mantida diretamente pela Universidade Federal Fluminense (UFF) com um quadro de músicos profissionais e repertório variado e destaque para os clássicos da música universal e autores nacionais, na segunda edição de 2013.

"Essa orquestra é a que tem maior percentual de música brasileira e em sua maioria por compositores vivos. A junção dos músicos antigos, experientes, com a vitalidade dos jovens, ajuda na qualidade do que está sendo feito. O programa traz uma cultura de qualidade", ressalta Jardim.

A funcionária pública federal aposentada, Margherita Campos, de 55 anos, comentou a importância de se obter maior divulgação e participação da orquestra nos eventos da cidade. "Eu acompanho a orquestra desde 2005, e acho que falta divulgação. A música é excelente, os músicos são muito bons, mas deveria ter maior participação nos eventos da cidade, e do estado também, porque ela é a única orquestra federal do Brasil", completou.

O aposentado José da Silva Guimarães, de 80 anos, já virou frequentador do tradicional espetáculo e também falou sobre a valorização da música clássica. "Sou freguês desde o tempo do antigo cinema da UFF. A orquestra é uma conquista do povo fluminense e da Universidade, e por isso ela deve ser valorizada. O horário ainda por cima facilita muito para atrair o público", comentou.

Rebeca Letieri, para O Fluminense (04/04/2013)

Maestro Marcelo Jardim foi o regente convidado de show durante a tarde em Niterói. Orquestra mantida pela UFF mescla experiência e juventude entre seus músicos




Tags:






Publicado em 24/05/2013

Alice Braga e André Camargo cantam clássicos da MPB no Municipal Quarta-feira, 24 de julho
Beth Zalcman homenageia Helena Blavatsky no Municipal Sexta-feira e sábado, 26 e 27 de julho
Sala Carlos Couto apresenta mostra sobre 'La Belle Époque' De 10 de julho a 30 de agosto
Lenda 'Itapuca' no palco do Teatro Municipal João Caetano Leia mais ...
O Theatro Municipal, que já foi Santa Thereza, completa 140 anos Leia mais ...
Com fotos de Magno Mesquita, Niterói é tema de mostra na Carlos Couto Leia mais ...
Clube Dramático Assis Pacheco estreia no Theatro Municipal Leia mais ...
A Grande Reforma do Theatro Municipal, em 1966 Segunda-feira, 02 de maio de 1966
Theatro Municipal será reinaugurado em janeiro Leia mais ...