Comemorando 40 anos de carreira, a cantora lança o Cd "Beatriz", com 12 músicas compostas entre os anos de 1966 e 1968, quando Bia Bedran era ainda Beatriz, a menina dos festivais. Assim a chamavam os jornalistas que a entrevistavam quando foi finalista nos Festivais Fluminenses da Canção Popular, que aconteciam no Ginásio Caio Martins, em Niterói, RJ. O show de lançamento será no Teatro Municipal de Niterói, dia 10 de agosto, às 20h, com coquetel e noite de autógrafos.

"Com onze e doze anos de idade, lá ia eu de mãos dadas com meus pais e com o violão em punho, cantar nos programas de calouros das extintas TV Tupi e TV Excelsior. As músicas que fiz naquela época refletiam minhas impressões acerca do mundo e suas guerras; recebiam clara influência da poética do amor cantado pelos jovens compositores que surgiam em nossa MPB e nos festivais da canção; e principalmente refletiam minha contemplação da natureza ao redor de minha casa, que era cercada pelo verde e banhada pelo mar."

Nessa casa, Bia Bedran encontrou no porão, fitas de áudio contendo gravações realizadas naquele período. Ao se ouvir cantando aquelas composições levou um susto bom, entrou num túnel do tempo assombroso e o material foi levado para Ricardo Medeiros, produtor musical que logo abraçou a ideia de trazer as canções até aqui.

"Depois de compor centenas de canções dedicadas às crianças, dei de cara com minha criança compondo feito um adulto atento ao sentimento do mundo. Foi como encontrar a nascente de um rio."

Bia Bedran será acompanhada pelo piano de João Carlos Coutinho, pelo violões de seis e sete cordas de Patrick Angello, pela bateria e ercussão de Marcelo Costa e pelo contrabaixo de Ricardo Medeiros, que também assina os arranjos.

Sobre Bia Bedran:

Clique para ampliar
Graduada em Musicoterapia e Educação Artística, e mestre em Ciência da Arte pela UFF, Beatriz Martini Bedran, melhor conhecida pelo nome artístico de Bia Bedran, é uma compositora, cantora, contadora de histórias, atriz e educadora musical brasileira, reconhecida como uma das mais bem-sucedidas artistas dedicadas ao público infantil.

Começou a estudar música aos seis anos de idade, fazendo aulas e flauta e violão. De 1968 até 1972 fez curso de violão clássico na Pró-Arte, no Rio de Janeiro. No mesmo período fez curso de harmonia e composição no Museu da Imagem e do Som tendo sido aluna do maestro Guerra Peixe.

Aos dezenove anos, abandonou a faculdade de Química e ingressou no Conservatório Brasileiro de Música. Graduou-se em Musicoterapia, pela Faculdade de Musicoterapia do Rio e Janeiro,em 1978, e, cinco anos depois, no curso de Educação Artística com habilitação em música. Fez o curso de Método Orff de Musicalização no Instituto Cultural Brasil - Alemanha, entre outros.

Com apenas 18 anos, foi uma das fundadoras do "Quintal Teatro Infantil", trabalhando ao lado de suas mães e suas tias. No "Quintal", iniciou sua carreira profissional. Era um teatro de bonecos que misturava a participação de atores humanos. As instalações do teatro ficavam no quintal de sua casa. Lá desenvolveu os trabalhos de atriz e diretora musical durante 10 anos. Com este trabalho ganhou diversos prêmios, entre eles o Prêmio Molière de Teatro, em 1975.

Ao longo desses 40 anos, com mais de uma dezena de CDs gravados e outros tantos livros publicados, além de várias atuações no teatro, rádio e televisão, Bia Bedran é a compositora mais premiada por obras dedicadas ao público infantil.


Serviço

Bia Bedran em Beatriz, música
Data: 10/08/2013
Horário: 20h
Duração: 75 minutos
Ingresso: 50,00 - Comprar
Os 300 primeiros pagantes ganham 50% de desconto na compra de 1 ingresso. Desconto não-cumulativo.
Classificação: 12 anos

Teatro Municipal de Niterói
Rua XV de Novembro 35, Centro
Tel: (21) 2620-1624

Tags:






Publicado em 02/06/2013

Alice Braga e André Camargo cantam clássicos da MPB no Municipal Quarta-feira, 24 de julho
Beth Zalcman homenageia Helena Blavatsky no Municipal Sexta-feira e sábado, 26 e 27 de julho
Sala Carlos Couto apresenta mostra sobre 'La Belle Époque' De 10 de julho a 30 de agosto
Lenda 'Itapuca' no palco do Teatro Municipal João Caetano Leia mais ...
O Theatro Municipal, que já foi Santa Thereza, completa 140 anos Leia mais ...
Com fotos de Magno Mesquita, Niterói é tema de mostra na Carlos Couto Leia mais ...
Clube Dramático Assis Pacheco estreia no Theatro Municipal Leia mais ...
A Grande Reforma do Theatro Municipal, em 1966 Segunda-feira, 02 de maio de 1966
Theatro Municipal será reinaugurado em janeiro Leia mais ...