Foto de Julio Cerino. Clique para ampliar
O Teatro Municipal de Niterói recebe na quarta-feira, 18 de setembro de 2013, às 19h, a cantora Elaine Guedes e o pianista Misael da Hora, no espetáculo Tributo a Chico Buarque: Quem é essa mulher?.

Nessa noite, a cantora e o pianista homenagearão Chico Buarque e todas as mulheres que o compositor canta: a mulher do cotidiano, as mil e uma mulheres de todo o mundo, que querem seu homem de volta e que mantêm o dia a dia na ponta do risco e da dedicação.

Ele observa o mundo, é o poeta flâneur um estudioso da natureza humana. Seu olhar desatento e distraído é apenas aparente. Ele busca decifrar os sinais e as imagens: uma palavra ao acaso pode conter uma revelação. Este é Chico Buarque que viu as mulheres todas, extremas, Carmens poderosas e alvos frágeis...frágeis? Quem é a mulher que Chico Buarque canta?

A mulher do cotidiano, as mil e uma mulheres de todo o mundo, que querem seu homem de volta e que mantêm o dia a dia na ponta do risco e da dedicação: a menina cheia de hormônios, a que se atira no mundo, a que se dá totalmente ao amor, a que se entrega com volúpia, a mulher que engana - perfeita rosa! -, a que sonha, a que dá a volta por cima, a mulher que apanha, a mãe que sofre, aquela que também pode amar outra mulher. Universo múltiplo em que a mulher se mostra (e se esconde) e fervilha como uma mágica decidida a expandir a vida.

Elaine Guedes

Participou da banda Rastaquera, produzida pelo Hubert do Casseta & Planeta. O primeiro CD "Comer" foi indicado para o Prêmio Sharp de música, lançado pelo selo NIterói Discos. Gravou "Rapte-me Camaleoa" nas coletâneas "Elas Cantam Caetano" e Global Brasiliens (com Ayrto Moreira, Gilberto Gil, Bebel Gilberto). A música Fogo, de sua autoria, esteve na minissérie "A Vida Alheia", da Rede Globo. Na mix com o DJ Malboro, "Sereia", Elaine canta lírico no funk com o Bonde da Oskley. Tem parcerias com Chico Cesar e Moacyr Luz. Elaine Guedes lançou dois livros pela Editora Multifoco, "O Amor Nu", com prefácio de Chico César, e "Poemas em Cortes Profundos", prefaciado por Ivan Lins.

"Elaine Guedes participou das bandas de Tim Maia, Cassiano e Jorge Ben, doutorando-se em Música Preta Brasileira" (Nelson Motta)

"Elaine tem um talento que merece ser reconhecido pela sua versatilidade e pela sua forma única de interpretar. Tive o prazer de dividir o palco com ela e sua performance é excelente" (Luiz Melodia)

"Bem diversificada em estilos , Elaine consegue se movimentar dentro deles com swing, feeling. São tais coisas que certamente a levarão longe", depoimento dado na ocasião do primeiro CD. (Djavan)

Foto George Cambeiro. Clique para ampliar


Misael da Hora

Pianista, compositor, arranjador e produtor musical. Tem bacharelado em Composição na UNI-RIO e estudou Piano Clássico com Lais Figueiró, Sônia Maria Vieira, Aleida Schweitzer, Harmonia com Luiz Eça e Jazz com Alexandre Carvalho.

Morou em Barcelona por cinco anos onde fez sucesso em casas e festivais europeus com o "Misael da Hora Works", um quinteto (Piano, Sax/Clarinete, Baixo, Bateria e Percussão) dedicado a executar somente suas composições brasileiras. Esse trabalho rendeu a Misael uma carta de apresentação do Consulado Geral do Brasil na Espanha, assinalando o valor cultural representado pelo trabalho.

O musicista transita com facilidade do erudito ao jazz, do moderno ao contemporâneo. Também é um dos principais arranjadores de e produtores de samba da atualidade. Misael da Hora segue atuando como pianista, tecladista, arranjador, produtor musical.


Serviço

Elaine Guedes e Misael da Hora em "Tributo a Chico Buarque: Quem é essa mulher?", música
Data: Quarta-feira, 18 de setembro de 2013
Horário: 19h
Duração: 60 minutos.
Ingresso: R$ 20,00 - Comprar
Os 300 primeiros pagantes ganham 50% de desconto na compra de 1 ingresso. Desconto não cumulativo.
Classificação: Livre

Teatro Municipal de Niterói
Rua XV de Novembro 35, Centro
Tel: (21) 2620-1624

Tags:






Publicado em 03/09/2013

Alice Braga e André Camargo cantam clássicos da MPB no Municipal Quarta-feira, 24 de julho
Beth Zalcman homenageia Helena Blavatsky no Municipal Sexta-feira e sábado, 26 e 27 de julho
Sala Carlos Couto apresenta mostra sobre 'La Belle Époque' De 10 de julho a 30 de agosto
Lenda 'Itapuca' no palco do Teatro Municipal João Caetano Leia mais ...
O Theatro Municipal, que já foi Santa Thereza, completa 140 anos Leia mais ...
Com fotos de Magno Mesquita, Niterói é tema de mostra na Carlos Couto Leia mais ...
Clube Dramático Assis Pacheco estreia no Theatro Municipal Leia mais ...
A Grande Reforma do Theatro Municipal, em 1966 Segunda-feira, 02 de maio de 1966
Theatro Municipal será reinaugurado em janeiro Leia mais ...